Flores comestiveis a fazer furor em Portugal

Ao contrário de países como Japão, Itália e França – onde as flores sempre estiveram presentes na alta cozinha –, em Portugal não existia tradição.

A moda das flores comestiveis está a fazer furor em Portugal. São muitas e de várias cores as pétalas que têm lugar à mesa.

Desde as elegantes rosas, passando por cravos, cravinas, calêndulas, capuchinhas, amores–perfeitos,violetas, até às mais campestres, como alecrim, tomilho e alfazema.

Chega o calor e a vontade natural de comer alimentos frescos. As flores comestiveis são como uma ode para os sentidos e ainda detêm poder terapêutico.

Nem todos os cogumelos são comestíveis, como é do senso comum. Acontece o mesmo com as flores.

Se não conhecer bem a espécie que colheu, não arrisque.

Algumas são prejudiciais à saúde ou mesmo fatais. Há flores que se podem comer na sua totalidade, mas há outras em que só as pétalas são utilizáveis.

Deve escolher a flor de acordo com o prato, pois algumas possuem um sabor mais amargo, enquanto outras são mais doces.

Eis alguns exemplos de Flores comestiveis:

Amor-perfeito (Viola tricolor) – pode ser usado em saladas e em sobremesas. É conhecido pelas suas propriedades diuréticas.

Flores Comestiveis

Flores de borragem (Borago officinalis) – as suas flores frescas azuis são usadas em saladas, bolos e sobremesas.

Calêndula (Calendula officinalis) – possui um sabor ligeiramente amargo, lembrando o açafrão, pelo que é usada em pratos de arroz, peixe, sopa, queijos ou omeletas. É muito usada como corante alimentar.

Capuchinha ou chaga (Tropaeolum majus) – possui um gosto levemente picante que faz lembrar o agrião; é das flores comestiveis mais conhecidas.

Rosas (várias espécies) – as pétalas de rosa têm variadas utilizações: são usadas em infusões, conservas, sobremesas e conferem um sabor suave a pratos fritos.

Violeta (Viola odorata) – possui um sabor doce e perfumado; fresca é usada em saladas; quando cristalizada é usada na doçaria.
Outras ainda são a alfazema, a begónia, a camomila, a cravina, o gerânio, o girassol, etc.

Flor de Abobrinha e Abóbora – também conhecida como flor de cambuquira. Pode ser recheada com queijo e acompanhar pratos salgados ou ainda servir de ingrediente para sopas.


COMO PREPARAR PARA CONSUMIR
A higienização das flores, antes do consumo, deve ser realizada do mesmo modo como para os demais produtos de origem vegetal que são consumidos crus, mas sempre com muito cuidado, devido à delicadeza delas. Algumas partes das flores devem ser retiradas (como estames e pistilos), partes brancas e estames e pistilos grandes normalmente são amargos e não devem ser mastigados.

Mergulhe as flores na água A orientação para lavar as flores é mergulhá-las em água com uma colher de sopa de vinagre ou desinfectantes próprios para verduras, durante 15 minutos e depois secá-las com papel toalha – sempre com muito cuidado, pois elas são delicadas.

Cuidados no consumo de flores comestiveis

Os cuidados básicos antes de comprar flores comestiveis são: adquirir de produtores que façam o cultivo especialmente para uso culinário, que não utilizam agrotóxicos ou tratamento químico; observar o modo de armazenamento no local; reconhecer quais plantas são destinadas ao consumo, uma vez que nem todas as flores são comestíveis.

Além disso, o consumo não é recomendado a pessoas que apresentam alergia ao pólen.

 

Comentar

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Este website utiliza cookies que asseguram funcionalidades para uma melhor navegação.
Ao continuar a navegar está a concordar com a sua utilização.