Cravo – flor do craveiro

  Reino:Plantae
  Divisão:Magnoliophyta
  Classe:Magnoliopsida
  Ordem:Caryophyllales
  Família:Caryophyllaceae
  Género:Dianthus
  Espécie:D. caryophyllus

Os cravos são as flores do craveiro,uma planta herbácea,que alcança até um metro de altura.Existem cerca de 300 espécies e varias centenas de híbridos.São originários do sul da Europa,e eram já utilizados pelos antigos gregos como flores cerimoniais.

As diferentes variantes desta planta, permitem que ela seja anual ou perene. As anuais (semeadas na Primavera e no Verão) tendem a florescer no Verão e as perenes, nas condições adequadas, podem florir durante o ano.

Os craveiros tem preferência por solos arenosos, férteis e bem drenados, podendo ser cultivados a sol pleno ou em meia-sombra. Estas plantas exigem regas regulares e são sensíveis à falta de arejamento.Certas variedades exalam um aroma delicado, motivo pelo qual são utilizadas na fabricação de perfumes. Os cravos reproduzem-se por meio de sementes, e necessitam de solo quente, sem excessiva humidade.

A maioria das espécies de formigas domésticas são altamente repulsivas ao cravo, sendo este um bom agente para combater invasões.

Alguns significados atribuídos aos cravos:

  • Cravos brancos: associados ao amor puro, talento, boa sorte, inocência.
  • Cravos cor de rosa: remete para felicidade e gratidão. Quando é oferecido a alguém, significa que você sempre lembra dessa pessoa.
  • Cravos amarelos: apesar de significarem rejeição e desdém, quando integrados em um arranjo de muitas cores vivas, significa alegria e vivacidade.
  • Cravos vermelhos: significa respeito, amor e paixão. É oferecido como demonstração de admiração.
  • Cravos roxos: significa solidão, inconstância, ausência de capricho.

Cravo  Cravo

Cravo

Comentar

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Este website utiliza cookies que asseguram funcionalidades para uma melhor navegação.
Ao continuar a navegar está a concordar com a sua utilização.