Dicorisandra – Família Commelinaceae

    • Nome Popular: Dicorisandra, marianhinha, cana-de-macaco, gengibre-azul, trapoeraba-azul
    • Nome Científico: Dichorisandra thyrsiflora
    • Família: Commelinaceae
    • Divisão: Angiospermae
    • Origem: Brasil
    • Ciclo de Vida: Perene

    Dicorisandra, marianinha, trapoeraba-azul, gengibre-azul… o que não faltam são nomes para a cana-de-macaco, uma planta com exóticas que aparecem o ano inteiro. Normalmente é cultivada compondo maciços, enfeitando cercas, dando cor e emprestando a sua verde envernizada a jardins sem muito brilho.

    Arbusto tipicamente tropical, a dicorisandra apresenta folhas largas, brilhantes e coreáceas, com a nervura central verde-amarelada, com a face inferior arroxeada.

    É ramificada na base, apresentado ramos erectos. As flores despontam o ano todo, em inflorescências terminais, e são de coloração azul-arroxeada.

    Dicorisandra

    Dicorisandra foto

    É uma planta muito rústica e florífera, adequando-se a maciços e conjuntos, em ronques junto a muros, assim como planta isolada.

    Para que a planta cresça e atinja todo seu potencial, evite cultivá-la em cidades onde o inverno atinge temperaturas abaixo de 16ºC. Da primavera até o outono, regue uma vez a cada dois dias, mas diminua a oferta de água durante os meses de frio, esperando que o solo fique completamente seco antes de regar novamente. Caso a planta esteja em vaso, passe-a para um vaso maior anualmente, de preferência nas primeiras semanas de Setembro.

    Devem ser cultivadas a pleno sol ou meia-sombra, em solos adubados com matéria orgânica e regados regularmente. Não tolera geadas fortes. Multiplica-se pela divisão da planta, por estaca e por sementes.

    Esta flor tem um inimigo: a podridão-vermelha (Colletotrichum dichorisandra) – um fungo que ataca principalmente a cana-de-açúcar, mas que também adora as folhas da cana-de-macaco, daí herdar o seu “sobrenome” dessa planta.  A sua presença é facilmente revelada por folhas cheias de manchas negras ou pardas em baixo relevo.

    Caso a sua cana-de-macaco sofra desse mal, remova as folhas atacadas e trate sua planta com calda bordalesa, um excelente fungicida natural que pode ser preparado até mesmo em casa.

    Para mais informações, clique aqui.

    Vote neste artigo

    Comentar

    O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

    *

    Este website utiliza cookies que asseguram funcionalidades para uma melhor navegação.
    Ao continuar a navegar está a concordar com a sua utilização.