Abelha Azul ou Delfínio – Família Ranunculaceae

Nome comum: Delfínio
Família: Ranunculaceae
Género: Delphinium
Espécie: elatum
Categoria: Perene
Exposição: Sol Pleno
Altura: 90 a 120cm
Origem: Hemisfério norte

Descrição da Abelha Azul ou Delfínio

O nome vem da palavra grega dolphin, que significa golfinho, em referência à uma glândula dentro da flor que possui formato parecido com o de um golfinho.

É uma das plantas mais difíceis de se cultivar pois requer condições muito específicas, mas a beleza das flores é tanta que vale a pena o trabalho todo requerido.

As flores da Abelha Azul vão do branco ao rosa e do azul claro ao roxo, cobrindo numa espécie só todas as cores mais difíceis de se encontrar na natureza. É considerada um dos azuis mais bonitos que podem ser encontrados em flores.

Abelha Azul ou Delfínio é muito exigente em relação ao clima

Necessitam de Verões frios e húmidos e Invernos relativamente frios. No Brasil conseguem crescer na região de Campos do Jordão, e outros locais com elevação superior a 1200m acima do nível do mar. O solo deve ser rico, poroso e não ácido.

Uma forma de ter plantas bonitas é deixar apenas 3 ou 4 hastes florais e cortar as demais. Desta forma toda energia vai para elas, que acabam ficando maiores e mais vistosas.

Ranunculaceae - Abelha Azul

Plantio: a propagação é feita por meio de sementes, que devem ser plantadas em local com exposição plena ao sol e em terreno adubado com esterco de curral curtido.

Abelha Azul necessita de irrigação frequente, mantendo o solo sempre úmido, porém sempre tomando o cuidado para não encharcar e nem molhar diretamente flores e folhas.

Como flor de corte, tem boa durabilidade e grande valor ornamental.

 

 

Abelha Azul ou Delfínio – Família Ranunculaceae
4.5 (89.6%) 25 votos

Comentar

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *