Astromélia é originária da América do Sul – Família Alstroemeriaceae

Nome Científico: Alstroemeria hybrida
Nomes Populares: Astromélia, Alstroeméria, Astroméria, Carajuru, Lírio-de-luna, Lírio-dos-incas, Lírio-peruviano, Madressilva-brasileira, Madressilva-da-terra, Madressilva-de-canteiro
Família: Alstroemeriaceae
Categoria: Bulbosas, Flores Anuais, Flores Perenes
Clima: Continental, Equatorial, Mediterrâneo, Subtropical, Temperado, Tropical
Origem: América do Sul, Brasil, Chile, Peru
Altura: 0.4 a 0.6 metros
Luminosidade: Meia Sombra, Sol Pleno
Ciclo de Vida: Perene

Descrição da Astromélia

A flor Astromélia é originária da América do Sul, mais especificamente no Chile, Brasil e Peru. Esta planta desenvolve-se melhor em regiões com os climas Equatorial, Continental, Mediterrâneo, Temperado e Tropical, pois necessita de som intenso para crescer saudavelmente. A flor é encontrada na cor rosa claro, mas podem variar de tonalidade se for geneticamente modificada.

A planta tem o nome científico de Alstroemeria hybrida, podendo ser conhecida popularmente como Alstroméria, Carajuru, Lírio-de-Luna, Lírio-peruviano, Lírio-dos-incas ou Masressilva-brasileira. Além de pertencer à família das Alstroemeriaceae, o que lhe confere a característica de bulbosa.

 

Astromélia

O significado da Astromélia

Independentemente da sua cor, é a amizade eterna e felicidade plena. São flores ideais para presentear qualquer ocasião e garantir um certo toque de alegria em casa, escritório ou apartamento, quando usadas em forma de arranjos ou plantadas em vasos. Também simbolizam saudade e agradecimento, sendo muito usadas quando a ocasião quer representar afecto.

Esta flor deve ser regada, pelo menos, duas vezes por semana.

Gosta de adubações frequentes, oferecendo assim florações intensas. Não toleram geadas, mas podem tolerar o frio e curtos períodos de estiagem.

É recomendado fixá-la directamente no solo, onde poderá absorver uma quantidade maior de nutrientes. Porém, escolha um local onde haja a incidência constante de sol, uma vez que a astromélia necessita de luz perene para crescer.

As raízes da astromélia é comestível, mas é preciso ter cuidado pois algumas espécies em específico portam toxinas que podem ser prejudiciais a quem as consome. Se plantar esta planta perto de outras terá de ter algum cuidado para que ela não passar para um canteiro indesejado.

Astromélia é originária da América do Sul – Família Alstroemeriaceae
4.3 (86.25%) 16 votos

Comentar

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *