Aguapé – Eichhornia crassipes – Planta aquática

por Olga Guedes
1 comentário 143 visitas 4 minutos ler
A+A-
Repor

Nome Científico: Eichhornia crassipes
Nomes Populares: Aguapé, Baroneza, Camalote, Jacinto-d’água, Murumuru, Mururé, Pareci, Pavoa, Rainha-dos-lagos
Família: Pontederiaceae
Categoria: Plantas Aquáticas, Plantas Flutuantes
Clima: Equatorial, Subtropical, Tropical
Origem: América Central, América do Norte, América do Sul
Altura: 0.1 a 0.3 metros
Luminosidade: Sol Pleno
Ciclo de Vida: Perene

Sobre a Aguapé

O aguapé é uma planta aquática flutuante que se desenvolve muito bem nas regiões de clima quente seu desenvolvimento é acelerado quando não existem limitações nutricionais, como é o caso das águas das lagoas e represas que são poluídas por esgoto urbano e alguns tipos de efluentes industriais.

Planta aquática e flutuante o aguapé é muito ornamental. No entanto em algumas situações de superpopulação ela pode tornar-se um problema em lagos. De folhas redondas, grandes e brilhantes o aguapé multiplica-se rapidamente.

A inflorescência da Aguapé é composta de belas flores azuis arroxeadas assemelha-se a do jacinto

A poluição de maneira geral causa um enorme dano a cursos de água, um deles é a eutrofização que é o fenómeno pelo qual a água é enriquecida por nutrientes diversos, principalmente compostos fosforados e nitrogenados.

A Eichhornia crassipes é uma macrófita aquática que tem propriedades de auxiliar na redução dos nutrientes precursores desse desenvolvimento, portanto, possui uma considerável importância ecológica, reconhecida através de suas propriedades filtradoras, visto que reduz a proliferação de bactérias e vírus patogénicos e de outros microorganismos que consomem oxigénio do meio aquático.

A eficiência do aguapé Eichhornia crassipes como despoluidor biológico foi comprovada quando o mesmo apresentou crescimento acelerado em ambiente aquático eutrofizado, uma vez que este absorve os nutrientes presentes em excesso, os quais são indispensáveis ao seu desenvolvimento.

Tendo em vista os actuais problemas ambientais, referentes à escassez de água potável a nível mundial, a utilização desta espécie facilita o tratamento de lagoas de efluentes das indústrias, de forma económica e ecológica.

Aguapé - Eichhornia crassipes

Origem e Características

Originário da América do Sul, o Aguapé é uma planta aquática perene que pode crescer até 1 metro de altura. É conhecido por suas flores roxas vibrantes e suas folhas largas e flutuantes. A planta tem a capacidade de se reproduzir rapidamente, formando densas colônias que cobrem a superfície da água.

Cultivo e Cuidados

O Aguapé é uma planta de fácil cultivo e manutenção. Prefere águas calmas e ricas em nutrientes, e pode ser cultivada tanto a pleno sol quanto à meia-sombra. A planta é resistente a uma variedade de condições climáticas e pode ser encontrada em climas tropicais e subtropicais em todo o mundo.

Benefícios e Usos

Além de sua beleza estética, o Aguapé também tem usos práticos. A planta é conhecida por sua capacidade de purificar a água, absorvendo nutrientes excessivos e metais pesados. Isso a torna uma excelente escolha para o tratamento de águas residuais e a recuperação de ecossistemas aquáticos degradados.

Além disso, o Aguapé também é usado como alimento para peixes e gado em algumas regiões. Suas folhas e flores também podem ser usadas para fazer compostagem.

A Importância do Aguapé

O Aguapé é uma planta que combina beleza, resistência e benefícios ecológicos. Seja para purificar a água, alimentar o gado ou simplesmente para apreciar sua beleza, o Aguapé é uma adição valiosa para qualquer ecossistema aquático.

Votos: 93 | Pontuação: 4.8

Artigos Relacionados

1 comentário

José Santo Ferreira 25 Novembro, 2018 - 9:35

Gostei quanto custa a mudas de aguape

Responder

Deixar um comentário

* Ao utilizar este formulário, concorda com o armazenamento e o tratamento dos seus dados por este blog.