Tumbérgia-azul – Thunbergia grandiflora

por Olga Guedes
2 comentários 143 visitas 7 minutos ler
A+A-
Repor

Nome Científico: Thunbergia grandiflora
Nomes Populares: Tumbérgia-azul, Azulzinha
Família: Acanthaceae
Categoria: Trepadeiras
Clima: Equatorial, Subtropical, Tropical
Origem: Ásia, Índia
Altura: 4.7 a 6.0 metros
Luminosidade: Meia Sombra, Sol Pleno
Ciclo de Vida: Perene

Sobre a Tumbérgia-azul

A tumbérgia-azul é uma trepadeira muito rústica e ornamental.

Ela apresenta flores grandes de cor azul com o centro branco, que aparecem o ano todo, mas com mais intensidade na primavera e no verão.

Ocorre ainda uma variedade de flores brancas.

É uma planta que possui folhagem muito densa e pode atingir até sete metros de altura.

Além disso, os seus caules jovens são angulares, pubescentes e de forma ligeira.

As suas folhas são de cor verde simples e profunda, de textura rugosa, oval ou em forma de coração e medem 5 e 10 por 3 e 8 centímetros.

Tem uma base assimétrica que é cortada, um ápice que é iluminado, e a sua margem serrilhada é sinuosa e lóbulosa.

Tem normalmente cerca de três a sete costelas principais e um pecíolo pubescente entre 5 e 8 centímetros de comprimento.

Tem boa velocidade de crescimento, sendo uma óptima opção para cobrir arcos. Ela é muito atractiva para as abelhas.

Deve ser cultivada sob pleno sol em solo fértil, enriquecido com matéria orgânica, com regas regulares.

É um arbusto de cerca de 3 metros de altura que tem muitas variedades.

Antes de plantar esta trepadeira, deve adubar o solo com fertilizante orgânico para que a tumbérgia azul possa crescer saudavelmente.

tumbérgia-azul

As flores da tumbérgia azul

É uma planta com flores bastante grandes dispostas solitariamente, em algumas ocasiões em cachos pendurados até um diâmetro de 2 a 5 centímetros em pedicelos peludos com brácteas pequenas, obovadas, pubescentes, acuminadas.

O cálice tem a forma de um anel serrilhado e a sua corola pode ser azul lavanda, azul claro, azul-púrpura e, em alguns casos, branca, com um pescoço em forma de trombeta com diâmetro entre 4 e 7 centímetros, que tem um tubo em forma de cone na base que depois se alarga e assume a forma de um sino.

O fruto é disposto numa cápsula glabra ou pubescente com cerca de 9 ou 13 milímetros de diâmetro.

A rega da tumbérgia azul deve ser feita de modo a manter o solo sempre húmido, nunca encharcado.

Durante o início do crescimento da planta pode ser necessário ajudá-la a enroscar-se pela grade ou cerca que ela deve acompanhar durante o crescimento, porém após algum tempo quando ela já estiver bem agarrada a sua guia, ela seguirá crescendo sobre a mesma sozinha.

Thunbergia grandiflora

Usos de Thunbergia grandiflora

Esta planta pode ser utilizada para cobrir paredes devido ao seu grande tamanho e ao quão vistosa são as suas flores.

Enraíza muito facilmente e tem uma taxa de crescimento bastante acelerada, tendendo a prosperar muito facilmente em solo ligeiramente ácido.

Tumbérgia-azul tolera bem o frio subtropical. Multiplica-se por estaca.

A propagação vegetativa poderá ser feita por estacas jovens na primavera, cortando-se de 15 a 25 cm das pontas dos ramos ainda novos e colocar em substrato igual ao da sementeira.

Poda

Quando as plantas são jovens, devem ser podadas a fim de encorajar a ramificação e para que a planta seja muito mais compacta.

Para as plantas adultas, a poda deve ser efectuada na primavera para reduzir os ramos que se tornaram demasiado desarrumados.

Cultivo

A temperatura óptima para semear a tumbérgia-azulé de cerca de 21-24°C. São capazes de suportar temperaturas mais elevadas, embora em tais casos necessitem de estar num ambiente suficientemente ventilado.

Quando é Inverno, a temperatura deve ser superior a 10°C, sendo 16°C a temperatura óptima para a sobrevivência.

Estas são plantas que necessitam de luz solar, mas é aconselhável não a dirigir. Se cultivadas ao ar livre, é importante colocá-las num local que não receba luz solar quando atingem uma temperatura mais elevada.

Pestes e doenças da tumbérgia-azul

Quando as temperaturas são demasiado baixas, a planta pode perder as suas folhas.
Se for regada com demasiada frequência, as folhas perdem a sua cor e caem.

Se a planta for exposta directamente ao sol, aparecerão queimaduras.

A planta é propensa a ataques de pulgões e, se não for controlada, pode causar danos bastante graves.

Os ácaros ou ácaros-aranha podem tornar as folhas amarelas ou castanhas.

Mais info: https://pt.wikipedia.org/wiki/Thunbergia_grandiflora

Votos: 91 | Pontuação: 4.6

Artigos Relacionados

2 comentários

Luisa Vinhas 21 Abril, 2017 - 12:59

tenho estas lindas flores a cobrirem o meu jardim

Responder
Barroso 25 Novembro, 2019 - 21:22

Luisa podes me arranjar umas mudas?

Responder

Deixar um comentário

* Ao utilizar este formulário, concorda com o armazenamento e o tratamento dos seus dados por este blog.