Como cultivar e cuidar do cacto rabo de cão

por Olga Guedes
0 comentário 41 visitas 10 minutos ler
A+A-
Repor

O cacto rabo de cão (Strophocactus testudo) apresenta caules principais largos com caules longos e finos, semelhantes a caudas, à medida que se estabelecem. Estes cactos são epífitas (plantas aéreas) e podem crescer no solo ou em cima de outras plantas.

No seu habitat nativo na selva, podem crescer até 9 pés de altura e são frequentemente encontrados enrolados à volta de árvores.

Devido aos seus longos caules, os cactos de rabo de cão cultivados são plantas populares para cestos suspensos e contentores. Quando bem cuidado, o seu cato rabo de cão produzirá flores brancas e perfumadas durante a noite.

Cuidados com o cacto rabo de cão

Como a maioria dos cactos, os cactos rabo de cão preferem sol pleno. Crescem melhor com calor, humidade, solo de drenagem rápida ou mistura para vasos. Precisam de mais água do que a média dos cactos, mas podem desenvolver problemas como caules fracos ou apodrecimento das raízes se receberem demasiada água.

A poda de um cato de cauda de cão não é essencial, a não ser que note partes mortas ou doentes do caule, caso em que pode podar cuidadosamente.

A propagação de um cato de cauda de cão com sementes é difícil, mas pode ser feita facilmente através da divisão das raízes ou de estacas. Embora os cactos de cauda de cão sejam resistentes, podem ser danificados pela humidade ou pela geada do inverno rigoroso. É preferível que um cato de cauda de cão passe o inverno dentro de casa com muita luz solar.

Luz

Os cactos rabo de cão crescem melhor em pleno sol. Os seus caules tornam-se geralmente demasiado finos e de cor baça se forem cultivados em condições de pouca luz. A luz solar abundante também encoraja espinhos saudáveis, curtos e afiados em vez de espinhos mais macios e semelhantes a pelos.

Solo

É melhor cultivar cactos de cauda de cão numa mistura de cactos de drenagem e secagem rápidas. Isto assegurará que o seu cato não sofrerá problemas de humidade excessiva. Se o seu cato tiver de crescer num solo demasiado húmido, começará a apodrecer. Ao fazer uma mistura de solo a partir do zero, use duas partes de minerais, como areia, perlite ou cascalho fino, misturadas com uma parte de matéria orgânica.

rabo de cão

Água

Os cactos epífitos requerem mais água do que outras espécies de cactos e precisam de mais humidade regular durante o verão. No entanto, é crucial garantir que o solo ou a mistura de cactos seque completamente entre as regas.

É necessário fornecer ao seu cato de cauda de cão o equilíbrio hídrico e a secura correctos.

Se o seu cato não receber água suficiente, pode começar a produzir uma quantidade desproporcionada de raízes aéreas pouco saudáveis.

Temperatura e humidade

O cacto rabo de cão é uma das espécies de cactos mais resistentes. Pode tolerar temperaturas de cerca de 40˚C. No entanto, não tolera geadas. O cato rabo-de-cão prefere a humidade ao calor seco em que muitos outros cactos se desenvolvem.

Em regiões mais frias, o cato é mais adequado para o crescimento interno.

Fertilizante

Quando o seu cato rabo-de-cão estiver enraizado e bem estabelecido, beneficiará de uma alimentação regular com fertilizante diluído durante os períodos de crescimento. O ideal é que o fertilizante seja formulado especialmente para cactos.

Pode também fornecer uma camada ligeira de um fertilizante de reforço do florescimento durante a primavera e o verão.

Tipos de cactos de rabo de cão

  • Strophocactus brasiliensis
  • Strophocactus wittii
  • Strophocactus sicariguensis

Poda

Não é necessário podar um cato de cauda de cão, a menos que se note que as suas folhas morreram, ficaram danificadas ou que cresceu um ramo tão grande que pode tombar sobre a planta. Remova com muito cuidado os ramos na ponta do ramo sem cortar o caule principal do cato.

Pode utilizar uma tesoura de poda ou os seus dedos para arrancar as secções mortas da planta.

Propagação de cactos de cauda de cão

Os cactos de rabo de cão saudáveis têm muitos caules e podem crescer rapidamente a partir de um pedaço cortado ou partido. É melhor propagar dois na primavera.

Aqui estão dois métodos de propagação:

Para propagar com estacas:

  • Escolha um caule e deixe-o secar completamente antes de o cortar na junta.
  • Deixe que o corte forme um calo.
  • Aguarde três a quatro dias antes de plantar a estaca numa mistura para vasos.
  • Humedecer a mistura e esperar que as raízes se desenvolvam antes de a mudar de local.
  • Quando as raízes estiverem estabelecidas, pode regar normalmente.

Para propagar com divisão de raízes:

  • Enraíze um caule do seu cato.
  • Enterre uma parte do caule em solo de enraizamento ou mistura de envasamento.
  • Regue o caule de três em três ou de quatro em quatro dias.
  • Aguarde cerca de três semanas para que novas raízes se desenvolvam.
  • Retirar o caule do cacto mãe.
Como cultivar e cuidar do cacto rabo de cão

Como cultivar cactos de rabo de cão a partir de sementes

Embora os cactos rabo-de-cão possam ser cultivados a partir de sementes, pode ser um desafio, pois as mudas de cactos são geralmente muito frágeis. Se o seu cato polinizar bem após a floração, produzirá sementes a partir das quais pode propagar a planta.

Com a chegada da primavera, plante as sementes num vaso cheio de mistura para vasos e aplique uma fina camada de areia.

Deixe as sementes secarem completamente antes de as guardar num local seco e escuro. Continue a humedecer as sementes durante a germinação; uma vez estabelecidas, regue normalmente.

Envasamento e replantação de cactos de cauda de cão

Ao voltar a envasar um cato de cauda de cão, certifique-se de que a terra ou a mistura para cactos está completamente seca antes de a remover cuidadosamente. Quando o voltar a envasar, escolha um vaso bem drenado e espalhe as raízes.

Deixe a planta secar durante pelo menos uma semana antes das primeiras regas ligeiras. Isto reduzirá o risco de apodrecimento das raízes. Não aplique em excesso a mistura para cactos ou o meio de envasamento de drenagem rápida, pois estes cactos desenvolvem-se em pouca terra.

Hibernar

É melhor hibernar os cactos de cauda de cão dentro de casa, particularmente numa garagem não aquecida perto de uma janela ou de luzes de cultivo. Embora os cactos possam suportar temperaturas frias, sofrerão com o solo húmido causado pela neve ou geada.

Os cactos epífitos, como os cactos de rabo de cão, são ligeiramente mais sensíveis ao clima de inverno e às baixas temperaturas, por isso, dar prioridade ao inverno no interior.

Problemas comuns com cactos de cauda de cão

Os problemas com os cactos de cauda de cão surgem normalmente devido a excesso de rega, falta de rega ou luz insuficiente.

Descoloração nos caules

A descoloração nos caules dos cactos de cauda de cão é provavelmente o resultado de más práticas de rega. Se o seu cato estiver a receber demasiada ou pouca água, os seus caules ficarão pálidos. Isto também pode resultar de danos causados pelo gelo, bolor ou falta de luz solar. Considere mover o seu cato para além de ajustar a sua rotina de rega.

Votos: 1 | Pontuação: 4

Artigos Relacionados

Deixar um comentário

* Ao utilizar este formulário, concorda com o armazenamento e o tratamento dos seus dados por este blog.