Agerato – Flores de aparência delicada, com muita resistência

istockphoto 1215587568 612x612 1
Nome Científico: Ageratum houstonianum
Nomes Populares: Agerato, Celestina, Erva-de-santa-lúcia, Erva-de-são-joão, Mentraço, Mentrasto
Família: Asteraceae
Categoria: Flores Anuais, Medicinal
Clima: Continental, Equatorial, Mediterrâneo, Subtropical, Temperado, Tropical
Origem: América Central, América do Norte, México
Altura: 0.3 a 0.4 metros
Luminosidade: Meia Sombra, Sol Pleno
Ciclo de Vida: Anual

Descrição da Agerato

Utilizada maioritariamente para decoração de jardins, tem um aspecto único, não partilhado por muitas flores.

Apesar do seu pequeno tamanho, a disposição das pétalas finas dá uma imagem peculiar e muito interessante à flor agerato.

A planta atinge um tamanho alto, devendo ser fixada em um espaço amplo, onde haja espaço suficiente para se desenvolver adequadamente.

Sendo mais indicado plantar as flores diretamente na terra ou vasos com 30 cm de profundidade.

As flores devem ficar em um local em que o sol não seja intenso durante todo o dia, uma vez que elas precisam de meia sombra, do contrário podem murchar e secar. O agerato deve ser regado pelo menos duas vezes por semana, mas sem deixar o solo encharcado, apenas húmido.

Conhecidas popularmente como Celestino, Erva-de-santa-lúcia, Menstrato e Mentraço.

A sua origem é da América do Norte, mais especificamente no México.

Agerato

Os ageratos são tóxicos

As cores das flores variam bastante entre o roxo e o azul, mas também existem em branco ou rosa, tudo isso depende da espécie de Agerato.

O Agerato  normalmente floresce no início do inverno, devendo ser plantado no verão.

Os primeiros botões começam a nascer com a incidência de sol menos intenso.

Até o final da estação todas as prontas desabrocham, sendo uma excelente opção para enfeitar o jardim nesta época.O excesso de calor é bastante prejudicial a esta planta.

É preciso tomar cuidado com o Agerato, pois ele é tóxico, devendo ficar longe do alcance de crianças e animais. Por outro lado, elas também são medicinais, podendo servir como analgésicos.

Não se deve usá-la para consumo (chás) já que apesar de ser uma planta também medicinal.

Votos: 23 | Pontuação: 4.6

Partilhar este artigo

Comentários

Comentar

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *