Petúnias – cultivo, manutenção e reprodução

por Olga Guedes
1 comentário 661 visitas 11 minutos ler
A+A-
Repor

Nome Científico – Petunia x hybrida
Nomes Populares – Petúnia-comum, Petúnia
Família – Solanaceae
Categoria – Flores Anuais
Clima – Mediterrâneo, Subtropical, Temperado
Origem – América do Sul, Argentina
Altura – 0.1 a 0.3 metros
Luminosidade – Meia Sombra, Sol Pleno
Ciclo de Vida – Anual

As petúnias são símbolo da sabedoria

As petúnias tiveram origem na América do Sul (Brasil e Argentina, principalmente) e hoje estão bem diferentes.

São flores perenes, mas costumam ser cultivadas como se fossem anuais (chamadas assim porque o ciclo de vida delas dura pouco mais de duas estações).

As flores são vistosas, tubulares, solitárias ao longo do caule e na ponta dos ramos, nas cores do branco à púrpura escuro, também bicolores.

A incidência de sol pleno em parte do dia é importante para o bom crescimento, porém, temperaturas muito altas podem murchar a flor – se próximas ou abaixo de zero, também podem matar.

Solanaceae

As Petúnia-comum híbridas de jardim podem ser classificadas em quatro categorias:

Grandiflora

São as petúnias que têm as maiores flores, com até 10cm de diâmetro.

Hedgiflora

estas plantas têm uma altura menor, mas se espalham lateralmente e uma planta pode cobrir até mais de um metro quadrado de superfície.

Multiflora

estas petúnias têm flores de até 5 cm de diâmetro e são as ideais para cestas ou vasos suspensos.

Milliflora

estas petúnias têm as menores flores, com até 3 cm de diâmetro. São as petúnias mais resistentes e assim, as mais fáceis de cultivar.

Elas podem ter entre quinze a trinta centímetros de altura e são excelentes para canteiros, vasos, floreiras ou forrações.

Petúnias - cultivo, manutenção e reprodução

Origens das Petúnia-comum

Elass são nativas da América do Sul, especificamente da Argentina e do sul do Brasil. Foram descobertas por exploradores europeus no século 16 e levadas para a Europa, onde foram cultivadas e apreciadas por sua beleza.

No entanto, as primeiras não eram tão grandes e vistosas quanto as variedades que conhecemos hoje. Elas eram plantas pequenas e delicadas com flores simples e pequenas. Foi apenas através de séculos de cultivo e seleção cuidadosa que as petúnias se transformaram nas flores exuberantes que amamos hoje.

A Chegada das Petúnias á Europa

Chegaram à Europa no século 18, mas não se tornaram populares imediatamente. Na verdade, elas foram inicialmente consideradas uma curiosidade botânica mais do que uma planta ornamental.

No entanto, isso começou a mudar no século 19, quando os jardineiros começaram a apreciar a beleza delas e a facilidade com que elas podiam ser cultivadas. Começaram a aparecer em jardins por toda a Europa, e os botânicos começaram a experimentar o cruzamento de diferentes variedades para criar novas cores e formas.

O Desenvolvimento das Petúnia-comum

O século 20 viu o desenvolvimento das petúnias modernas que conhecemos e amamos hoje. Os botânicos começaram a cruzar petúnias com outras espécies de plantas para criar uma variedade de novas cores, formas e tamanhos.

Hoje, existem milhares de variedades disponíveis, desde as petúnias simples e delicadas até as petúnias duplas exuberantes e as petúnias de flores grandes. Há uma para quase todos os gostos e condições de jardim.

As Petúnias Hoje

Hoje, são uma das flores mais populares do mundo. Elas são cultivadas em jardins em quase todos os países e são uma escolha popular para cestas suspensas, contêineres e canteiros de flores.

São apreciadas por sua beleza, facilidade de cultivo e versatilidade. Elas podem ser cultivadas a partir de sementes ou mudas, e são resistentes a muitas das pragas e doenças comuns que afetam outras flores.

O Desenvolvimento das Petúnia-comum

Cultivo e Manutenção

Aqui estão algumas dicas para cultivar com sucesso:

Escolha do Local: Elas prosperam em locais com pleno sol. Precisam de pelo menos cinco a seis horas de luz solar direta por dia para florescerem bem. No entanto, em climas muito quentes, elas podem beneficiar-se de alguma sombra durante as partes mais quentes do dia.

Preparação do Solo: Elas preferem um solo bem drenado e rico em matéria orgânica. Antes de plantar, prepare o solo adicionando composto ou outro material orgânico para melhorar a drenagem e a fertilidade.

Plantio: Podem ser cultivadas a partir de sementes ou mudas. Se você estiver plantando sementes, semeie-as dentro de casa cerca de 10 a 12 semanas antes da última geada esperada. Se estiver plantando mudas, plante-as no jardim depois que o perigo de geada tiver passado.

Rega: Precisam de rega regular, mas é importante não encharcar o solo. A rega excessiva pode levar ao apodrecimento das raízes. Em vez disso, regue as petúnias profundamente, mas permita que o solo seque um pouco entre as regas.

Fertilização: Para promover a floração abundante, alimente as petúnias com um fertilizante de uso geral a cada duas semanas durante a estação de crescimento.

Poda: Elas beneficiam-se de uma poda regular para promover um crescimento mais espesso e mais flores. Pode podar-las a qualquer momento durante a estação de crescimento para manter a forma da planta e encorajar mais flores.

Controle de Pragas e Doenças: São geralmente resistentes a pragas e doenças, mas podem ocasionalmente ser afetadas por pulgões, ácaros ou doenças fúngicas. Se você notar qualquer sinal de problemas, trate a planta de acordo com a praga ou doença específica.

Reprodução

Reprodução

Elas podem ser reproduzidas de duas maneiras principais: a partir de sementes ou por estacas. Aqui estão algumas dicas sobre como propagar petúnias usando ambos os métodos:

Propagação por Sementes:

  1. Tempo: O melhor momento para semear petúnias é no final do inverno ou início da primavera. Isso dá tempo suficiente para as plantas crescerem e começarem a florescer no verão.
  2. Preparação: Comece enchendo um recipiente com solo de qualidade para semeadura. Semeie as sementes de petúnia na superfície do solo e cubra-as levemente com uma camada fina de solo.
  3. Cuidado: Mantenha o solo úmido, mas não encharcado. As sementes de petúnia geralmente germinam dentro de uma a duas semanas.
  4. Transplante: Uma vez que as mudas tenham pelo menos três folhas verdadeiras, elas podem ser transplantadas para seus locais finais.

Propagação por Estacas:

  1. Tempo: A propagação de petúnias por estacas é geralmente feita no final do verão.
  2. Preparação: Corte uma seção de caule de cerca de 10-15 cm de comprimento. Remova as folhas inferiores e quaisquer flores ou botões de flores.
  3. Enraizamento: Coloque a estaca em um recipiente com solo de qualidade para enraizamento. Mantenha o solo úmido e coloque o recipiente em um local com luz indireta.
  4. Transplante: Uma vez que as estacas tenham desenvolvido raízes fortes, elas podem ser transplantadas para seus locais finais.

Lembre-se, seja qual for o método de propagação que você escolher, as petúnias precisam de cuidados adequados, incluindo luz solar suficiente, rega regular e alimentação adequada, para crescerem saudáveis e florescerem abundantemente.

A história

A história das petúnias é uma jornada fascinante de descoberta, experimentação e beleza. De suas origens humildes nas florestas da América do Sul até sua posição atual como uma das flores mais amadas do mundo, as petúnias têm uma história rica e colorida que é tão vibrante quanto as flores que produzem.

Seja é um jardineiro experiente ou um novato no mundo da jardinagem, as petúnias são uma adição maravilhosa a qualquer jardim. Com sua variedade de cores e formas, e sua facilidade de cultivo, não é de admirar que elas tenham capturado o coração de jardineiros em todo o mundo.

Votos: 125 | Pontuação: 4.8

Artigos Relacionados

1 comentário

dalila 3 Março, 2016 - 16:58

Esta flor é lindíssima!

Responder

Deixar um comentário

* Ao utilizar este formulário, concorda com o armazenamento e o tratamento dos seus dados por este blog.