Beijo de Frade – Família das balsamináceas

Nome Científico: Impatiens balsamina
Nomes Populares: Beijo-de-frade, Balsamina, Bálsamo-de-jardim, Ciúmes, Maravilha, Maria-sem-vergonha, Melindres, Não-me-toques, Papagaios, Suspiros
Família: Balsaminaceae
Categoria: Flores Anuais, Medicinal
Clima: Continental, Equatorial, Mediterrâneo, Oceânico, Subtropical, Temperado, Tropical
Origem: Ásia
Altura: 0.3 a 0.9 metros
Luminosidade: Meia Sombra, Sol Pleno
Ciclo de Vida: Anual

Sobre a Beijo de Frade

A beijo de frade (Impatiens balsamina) é uma erva asiática da família das balsamináceas.

Essa planta herbácea, de nome beijos-de-frade, também conhecida por inúmeros outros nomes populares, como bálsamo-de-jardim, não-me-toques, balsamina, ciúmes, maria-sem-vergonha, melindres, papagaios, maravilha, suspiros, é de origem asiática e é muito apreciada por sua beleza e aroma.

A espécie possui folhas lanceoladas e serreadas, flores vermelhas, róseas, brancas, por vezes dobradas, e fruto capsular explosivo (elatério).

É muito cultivada como ornamental, o sumo do caule tem propriedades diuréticas e eméticas.

A flor possui sementes castanhas, em formato de cápsulas, que pode ser plantada directamente no solo sob sol pleno ou meia-sombra, em solo fértil, bem drenável, enriquecido com matéria orgânica e com regas regulares.

O beijo-de-frade (ou Maria-sem-vergonha) é uma boa escolha para a formação de canteiros, bordaduras e maciços anuais, principalmente quando se deseja flores abundantes. Também pode ser plantada em vasos, jardineiras e cestas suspensas.

O beliscamento do ponteiro da planta, quebra a dominância apical e estimula a ramificação. Atrai abelhas e borboletas.

 

A Beijo de Frade é uma planta tropical

Planta tipicamente tropical, aprecia o calor, mas é tolerante ao frio subtropical ou mediterrâneo.

A Beijo-de-frade não é apenas decorativa, ela também desempenha um papel medicinal, pois as suas flores, folhas e caule possuem catártico, diurético, emético, que pode ser usado para curar infecções na pele, queimaduras e dores articulares.

Flores

As flores, são glabras, vermelhas, róseas ou brancas, solitárias ou 2 a 3 em pedúnculos comuns, pedicelos glabros providos de pequenas brácteas lanceoladas na base.

O cálice reúne três sépalas, a posterior ou labelo com mais de 1cm de comprimento, lanceolada e provida de esporão muito delgado em toda a sua extensão, com o dobro do comprimento da pétala; as laterais são lanceoladas.

Corola com a pétala posterior ou estandarte obovado-orbicular, freqüentemente emarginada no ápice e alada na parte central do dorso; as demais obovadas.

O estigma é denteado. O fruto é uma cápsula glabra, com cerca de 1,8cm de comprimento, deiscente apenas de um lado.

Quando maduro, ao ser tocado, o fruto explode abruptamente liberando longe as sementes e enroscando-se sobre si mesmo, elasticamente. As sementes são providas de pelos suculentos.

Balsamina, bela, colorida e repleta de propriedades para a saúde

Cultivo

A planta deve ser colocada em um local em que tenha luminosidade plena, mas que o calor não seja excessivo. Além disso, o solo tem que ser bem drenável, ou seja, absorver a água, evitando que ela apodreça a raiz.

Quanto à irrigação, deve ser molhada 2 vezes por semana, mas com cautela para não encharcar a terra. Também é recomendado revirar o solo e adicionar insumos naturais para renovar os seus nutrientes.

Devem ser cultivadas sob sol pleno ou meia-sombra, em solo fértil, bem drenável, enriquecido com matéria orgânica e com regas regulares.

Adubações mensais estimulam uma intensa floração.

Adapta-se melhor ao excesso de regas do que à seca. Planta tipicamente tropical, aprecia o calor, mas é tolerante ao frio subtropical ou mediterrâneo.

Multiplica-se por estaquia e por sementes, mas plantas mais sadias e bonitas são obtidas de sementes.

Adubações mensais estimulam uma intensa floração.

Adapta-se melhor ao excesso de regas do que à seca.

Maria-sem-vergonha Beijo-de-frade - Beijo De Frade

Iluminação:

Luz solar direta ou sombra parcial.

Irrigação:

O solo deve permanecer sempre húmido, mas não encharcado. Esta planta é sensível a falta de água, principalmente em temperatura elevada e sol direto.

Solo:

Fértil, rico em matéria orgânica, bem drenado, mas que retêm a humidade, não secando rapidamente. Pode ser cultivada em solos argilosos pesados. A faixa de pH ideal do solo está entre 6 e 7.

Época de floração:

Depende da época de plantio e do clima da região. Geralmente começa a florescer cerca de 70 dias após a germinação.

Ciclo de cultivo:

Plantas anuais.

Propagação:

Por sementes, que podem ser semeadas no solo em uma profundidade de 0,5 cm a 1 cm. Semeie no local definitivo. A germinação leva de uma a três semanas.

Sementeira:

No interior a uma temperatura de 18 a 21 Cº no final do Inverno, ou na Primavera no local definitivo desde que o solo esteja quente. Não cobrir as sementes de Impatiens pois elas necessitam de luz para germinar.

Transplantação:

Primavera

Pragas e Doenças:

Algumas lagartas e fungos

Fitoterapia

​As raízes tem aplicações na medicina popular como purgativa, drástica, emeto-catártica, antidiarréica, antidisentérica, antisifilítica, anti-hidrópica, antileucorréica e anti-herpética.

As flores quentes e untadas com óleo são maturativas. As flores e raízes são também diuréticas. É provável que a planta seja antiofídica, pois o lagarto Teiú cava o solo para comer a raiz sempre que é picado de cobra.

O amido, que é abundante, e o sumo das folhas, servem para eliminar sardas e panos do rosto, quando macerado com limão até formar uma pasta mole.

Flores e raízes também são indicadas para dores de ouvido.

As folhas maceradas são aplicadas em verrugas. O pó da semente é oferecido às mulheres, em trabalho de parto para aumentar sua força. Suas folhas e folhas são usadas para fabricação de corantes, usados em diversas aplicações.

Onde encontrar?

Encontrado em sites que comercializam plantas, em lojas de produtos naturais, em canteiros e jardins, sendo de fácil cultivo e muito popular.

As plantas medicinais não substituem o acompanhamento médico e em altas doses podem ser prejudiciais à saúde.

Copyright Blog Flores. Reprodução permitida desde que indicando o endereço:
https://www.blog-flores.pt/flores-exterior/beijo-de-frade/

2 Comentários

  1. Tania Lima || at

    O meu jardim fica sempre mais alegre com esta bela flor

  2. ana || at

    flor linda

Comentar

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *