Chuva-de-ouro é árvore ornamental – Cassia fistula

Nome Científico: Cassia fistula
Nomes Populares: Chuva-de-ouro, Canafístula, Cássia-fístula, Cássia-imperial
Família: Fabaceae
Categoria: Árvores, Árvores Ornamentais, Medicinal
Clima: Equatorial, Subtropical, Tropical
Origem: Ásia
Altura: 4.7 a 12 metros
Luminosidade: Sol Pleno
Ciclo de Vida: Perene

Sobre Chuva-de-ouro

A chuva-de-ouro é uma árvore ornamental decídua, de floração espectacular, com seus belos cachos pendentes de flores douradas. De porte médio e crescimento rápido, ela alcança cerca de 5 a 10 metros de altura.

O seu tronco é elegante, um pouco tortuoso, e pode ser simples ou múltiplo, com a casca cinza-esverdeada. A copa é arredondada, com cerca de 4 metros de diâmetro.

As folhas são pinadas, alternas, com 4 a 8 pares de folíolos elípticos, acuminados e de cor verde-viva.

Suas flores desabrocham durante o verão, produzindo cachos com cerca de 30 centímetros de comprimento, em longas astes que ficam pendendo no sentido do chão.

O nome “Chuva de Ouro” vem do fato de suas flores apresentarem cor amarela e aos montes, lembrando realmente uma chuva de pétalas na cor amarela.

Necessitam de sol pleno para serem cultivadas, além de solo fértil e bem drenado. Não se adaptam bem a climas frios, devendo ser cultivadas em clima tropical ou subtropical. Confira algumas imagens dessas lindas árvores decorativas.

A Canafístula se adapta muito bem aos climas subtropical e tropical

Depois de bem estabelecida ela é capaz de tolerar períodos curtos de estiagem.

Multiplica-se por sementes que necessitam de quebra de dormência para uma melhor germinação. A quebra de dormência pode ser realizada através da escarificação física ou imersão em solução de ácido sulfúrico por 5 a 20 minutos.

Após este processo, as sementes devem ser deixadas de molho em água por algumas horas antes do plantio.

CULTIVO DA ORQUIDEA CHUVA DE OURO - Chuva-de-ouro

CULTIVO DA ORQUIDEA CHUVA DE OURO

Essa espécie gosta da meia sombra não só para viver sob ela, mas também na hora do cultivo. Para ela é necessário criar um substrato especial que deve ser preparado com materiais como casca de pinus, fibras de coco e epífitas.

A orquídea chuva-de-ouro pode ser plantada em vasos e uma outra maneira muito usual de cultivar essa planta é fixando-a em troncos de árvores usando sisal ou barbante.

Essa planta não poderá ficar com o substrato seco de jeito nenhum, ela precisa de umidade e por isso, a rega deve ser feita toda vez que a terra estiver seca. Apesar de não ser “fã” de frio, a orquídea chuva-de-ouro consegue tolerar baixas temperatura.

A orquídea chuva-de-ouro pode ser multiplicada usando a técnica da divisão de plantas e para fazer isso três pseudobulbos devem ser mantidos em cada uma das mudas que deverão ser multiplicadas. Já para o uso comercial da planta, a sua multiplicação indica é através de sementes.

Deve ser cultivada sob sol pleno, em solo fértil, drenável, enriquecido com matéria orgânica e irrigado regularmente.

O cultivo com sementes, em geral, pode ser da seguinte forma (verificar o melhor modo para orquídea chuva-de-ouro:

  • Elas podem ser colocadas a meia sombra, sob a proteção de estufas, sob a proteção de telhados, ao ar livre, em bandejas, em caixas ou em canteiros
  • Normalmente, plantas ornamentais são semeadas usando terra fofa para cobri-las ou pó de serragem e colocadas em sulcos rasos. Mais ou menos, o mesmo método usado para semear hortaliças.

Isolada ou em pequenos grupos, a chuva-de-ouro se torna um centro de atenção no jardim, durante sua floração. No resto do ano ela também não fica pra trás, pois fornece uma sombra fresca, sem ser muito densa.

Pode ser plantada em calçadas pois não apresenta raízes agressivas. Além de suas qualidades ornamentais, ela é utilizada em fitoterapia, tendo destaque especial na medicina Ayurveda.

Suas propriedades incluem desintoxicação e depuração do organismo.

Cuidado: a chuva-de-ouro têm propriedades tóxicas, e seu consumo deve ter sempre acompanhamento médico.

Ainda falando de características marcantes que distinguem bem as orquídeas chuva-de-ouro (Cassia fistula) podemos destacar as pétalas e as sépalas, que em relação ao labelo se apresenta inferiormente menores.

A grande parte delas são epífitas e tem os pseudobulbos achatados e ovalados. Cada um deles possui no máximo quatro e no mínimo 2 folhas.

Normalmente, essa planta com essa característica é usada como flor de corte.

Rega e substrato da Cassia fistula

Elas não gostam de secar, por isso regue-as a medida em que forem se aproximando da secura. Essas orquídeas adoram receber ar em suas raízes, então utilize uma mistura de substratos de modo que não as sufoquem, você pode colocar cacos de telha no meio para que sobrem vales por onde o ar possa circular.

PROPRIEDADES MEDICINAIS

Adstringente, antibacteriana, febrífuga, laxante, purgativa, tônica.

Indicações: febre, prisões de ventre, problemas de pele, reumatismo.

Parte utilizada: sementes, polpa das vagens (maduras, mas não secas), folhas, raiz.

Contra-indicações/cuidados: não encontrados na literatura consultada.

Efeitos colaterais: não encontrados na literatura consultada.

Modo de usar:

infusão de 40 g de sementes, por 5 minutos, em meio litro de água fervente. Filtrar, adoçar com pouco açúcar e beber: laxante, reumatismo;
infusão de 60 g de sementes, por 5 minutos, em meio litro de água fervente. Filtrar, adoçar com pouco açúcar e beber: purgativo;
polpa das vagens: laxante, purgativo;
raiz: febrífuga, adstringente, tônica;
folhas: veneno de cobra, problemas de pele.

Cuidado: a chuva-de-ouro (Cassia fistula) têm propriedades tóxicas, e seu consumo deve ter sempre acompanhamento médico.

NOTA – O conselho mais importante então é, forneça temperaturas frescas de dia e de noite, muita circulação de ar nas raízes e não as deixem secar, exceto no seu período de descanso seco. Fazendo isso elas irão prosperar.

Mais informações na wikipedia.

Copyright Blog Flores. Reprodução permitida desde que indicando o endereço:
https://www.blog-flores.pt/flores-de-exterior/chuva-de-ouro/

Comentar

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *