Cravo Flor → do craveiro – Como Cuidar

  Reino:Plantae
  Divisão:Magnoliophyta
  Classe:Magnoliopsida
  Ordem:Caryophyllales
  Família:Caryophyllaceae
  Género:Dianthus
  Espécie:D. caryophyllus

Descrição do Cravo Flor

O cravo é a flor do craveiro, uma planta herbácea,que alcança até um metro de altura. Existem cerca de 300 espécies e varias centenas de híbridos.

São originários do sul da Europa,e eram já utilizados pelos antigos gregos como flores cerimoniais.

As diferentes variantes desta planta, permitem que ela seja anual ou perene. As anuais (semeadas na Primavera e no Verão) tendem a florescer no Verão e as perenes, nas condições adequadas, podem florir durante o ano.

Os craveiros tem preferência por solos arenosos, férteis e bem drenados, podendo ser cultivados a sol pleno ou em meia-sombra. Estas plantas exigem regas regulares e são sensíveis à falta de arejamento.

cravo flor

Cravo – flor do craveiro

Certas variedades exalam um aroma delicado, motivo pelo qual são utilizadas na fabricação de perfumes. O cravo reproduze-se por meio de sementes, e necessitam de solo quente, sem excessiva humidade.

Dependendo da cor do cravo, podem ter-se vários significados. Em geral estas são flores para o romance mas também se pode oferecer para expressar o amor da amizade e também o conjugal.

Alguns significados atribuídos aos cravos:

  • Cravos brancos – associados ao amor puro, talento, boa sorte, inocência.
  • Cravos cor de rosa – remete para felicidade e gratidão. Quando é oferecido a alguém, significa que você sempre lembra dessa pessoa.
  • Cravos amarelos – apesar de significarem rejeição e desdém, quando integrados em um arranjo de muitas cores vivas, significa alegria e vivacidade.
  • Cravos vermelhos – significa respeito, amor e paixão. É oferecido como demonstração de admiração.
  • Cravos roxos – significa solidão, inconstância, ausência de capricho.

cravo

Como culivar

Devem ser cultivados a pleno sol ou meia-sombra, em solo fértil composto de terra de jardim e terra vegetal, drenável. Exige ainda regas regulares. Multiplica-se por estacas (cravos perenes) e sementes (cravos anuais).

O cravo pode ser cultivado no jardim ou em vasos, e também é cultivado em plantações para abastecer o mercado de flores de corte, sendo uma das mais populares flores do mundo, apesar de exigir um clima ameno para seu cultivo.

O craveiro exige regras regulares para se desenvolver, sendo que nunca o solo deve ficar encharcado, muito menos no inverno, caso contrário podem surgir fungos que apodrecem a raiz.

É preciso ter cuidado para não molhar as folhas na hora de regar a planta. Já o local do cultivo exige boa luminosidade, ventilação e sol para garantir o bem estar da planta.

Quanto à adubação, que não deve ser feita com fertilizantes contendo amoníaco, pode ocorrer apenas quando necessária, quando aparecem as flores, por volta de 40 dias após o transplante. Já as podas são indicadas para quando as flores secarem.

A maioria das espécies de formigas domésticas são altamente repulsivas ao cravo, sendo este um bom agente para combater invasões.

Época de floração:

O cravo é uma flor de corte, também muito utilizada em canteiros e vasos, nos quintais e varandas. O seu cultivo, em estufa ou ao ar livre, é feito em estruturas armadas, para que o pé cresça direito e as flores bonitas.

Em condições adequadas o cravo pode florescer durante o ano todo. Em regiões de clima temperado, normalmente floresce no fim da primavera, no verão e no início do outono. A floração de plantas propagadas por sementes começa 4 a 12 meses depois do plantio, dependendo do cultivar e das condições de cultivo.

 

Cravo Flor do craveiro

Propagação:

Por sementes – podem ser semeadas no local definitivo, mas são geralmente semeadas em sementeiras, com as mudas sendo transplantadas quando atingem de 5 a 8 cm de altura. As sementes devem ficar a não mais do que 0,5 cm de profundidade no solo. Em temperatura amena, as sementes germinam em uma a três semanas.

Por estaquia – use ramos macios de plantas saudáveis, cortados preferencialmente após a floração, pois ramos que florescem são mais compridos. Plante cada ramo em solo úmido, enterrando pelo menos um nó do ramo.

Por alporquia – curve alguns dos ramos mais compridos, enterrando sua base na terra (fixe o ramo com uma pequena rocha ou com gravetos para mantê-lo enterrado). Corte qualquer flor que esteja nestes ramos. Após algumas semanas, verifique se a base do ramo enraizou e então separe da planta o ramo com suas novas raízes.

Por divisão – plantas mais velhas geralmente apresentam vários ramos já enraizados. Estas plantas podem ser divididas e replantadas.

 

Cravo Flor → do craveiro – Como Cuidar
4.6 (92%) 45 voto[s]

Copyright Blog Flores. Reprodução permitida desde que indicando o endereço:
https://www.blog-flores.pt/flores-de-exterior/cravo-flor-craveiro/

Comentar

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *