Falso-íris – Neomarica caerulea

Nome Científico: Neomarica caerulea
Nomes Populares: Falso-íris, Lírio-roxo-das-pedras, Lírio-roxo-das-pedreiras, Pseudo-íris-azul
Família: Iridaceae
Categoria: Bulbosas, Flores Perenes
Clima: Equatorial, Subtropical, Tropical
Origem: América do Sul, Brasil
Altura: 0.6 a 0.9 metros
Luminosidade: Sol Pleno
Ciclo de Vida: Perene

Sobre o Falso-íris

O falso-íris é uma planta herbácea com o clico de vida perene. É também florífera e possui folhagem comprida de modo que as folhas organizadas na forma de um leque. Essa é uma planta ornamental, principalmente pela folhagem que apresenta

O falso-íris apresenta folhagem muito ornamental, disposta em leque. As flores azuis são grandes e bonitas, porém são pouco duráveis.

É uma planta apropriada para canteiros de baixa manutenção, exigindo poucas adubações periódicas.

Planta herbácea de folhagem perene, rizomatosa e entoucerada, com altura variável entre 1,0 a 1,50 m, de folhas longas achatadas dispostas em forma de um leque a partir do rizoma na linha do solo.

Falso-íris – Neomarica caerulea

Falso-íris aprecia o frio e multiplica-se por divisão da planta

As flores surgem a partir da nervura central das folhas e são muito vistosas, apesar de pouco duráveis.

Por ser uma planta perene, originária do Brasil, o melhor tipo de terra para cultivar o falso-íris são as terras férteis, tendo o solo rico pelo trabalho da matéria orgânica e com humidade relativa, ou seja, que são irrigadas com regularidade e frequência diária. Costuma crescer apesar de algumas dificuldades, também, em regiões de clima frio como as do sul do país.

Pode ser cultivada em conjuntos com outras plantas, assim como em maciços ou como bordadura. A floração pode se estender durante o ano todo, mas é mais abundante na primavera e no verão.

Devem ser plantadas a pleno sol ou meia-sombra, em solo fértil e enriquecido com matéria orgânica, com regas regulares.

À medida que as flores morrem, crescem novas nas pontas das hastes da flor, pesando-as para baixo até que se dobrem para tocar o chão e formar raízes. Cortar as hastes após as novas plantas formarem um sistema radicular saudável.

Manter o solo húmido enquanto as novas plantas se estabelecem.

Para realizar a manutenção da muda, retirar folhas mortas junto ao solo e adubar todos os Invernos ou estação das chuvas, colocando ao redor da muda o mesmo tipo de mistura usada para o plantio.

Características

As hastes do falso-íris são flexíveis e depois da floração e da formação de novas plântulas na ponta dessas hastes, pelo peso das pontas ela vai ao chão. Ao encostarem-se ao solo, novas mudas se enraizarão, aonde irá se formar novas mudas da planta.

Essa característica vai se repetindo por sucessão. Ou seja, a planta vai se propagando, caminhando pelo solo.

O uso no paisagismo

Fica bem em bordaduras ao redor de calçadas e muros, ou em conjuntos maciços no jardim ao redor de árvores com a copa pouco ampla. Deve-se atentar para o espaço e as necessidades que a sua relação com esse espaço da casa exigem.

Falso-íris – Neomarica caerulea
4.6 (91.11%) 27 votos

Comentar

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *