Hortênsias (novelão) – um arbusto caducifólio

  Reino:Plantae
  Divisão:Magnoliophyta
  Classe:Magnoliopsida
  Ordem:Cornales
  Família:Hydrangeaceae
  Género:Hydrangea
  Espécie:H. macrophylla

Descrição Hortênsias

Conhecida pelos nomes comuns de hortênsia, hidrângea ou novelão, é uma espécie arbustiva  nativa do Japão e China, mas actualmente cultivado como planta ornamental em todas as regiões temperadas e subtropicais. A espécie, apresenta principalmente flores rosadas ou azuis dependendo do pH do solo: em solos ácidos as flores são azuis, enquanto em solos alcalinos são cor-de-rosa.

A hortênsia é rica em princípios activos, incluindo o glicosídeo cianogénico hidrangina, que as torna venenosas. Quando ingerido em grandes quantidades, este veneno causa cianose, convulsões, dores abdominais, flacidez muscular, letargia, vómitos e coma.

As Hortênsias são um arbusto caducifólio, lenhoso na base, mas com consistência sub-herbácea nos raminhos jovens, com até 2 – 3 m de altura e uma largura de copa que pode atingir os 3 metros. O ritidoma é acastanhado e fibroso nos ramos mais antigos, liso e esverdeado nos ramos juvenis.

As folhas são simples, membranosas, ovais a elíptico-orbiculares, acuminadas, com 7 a 20 cm de comprimento, com os bordos serrilhados.

Entre o início do verão e finais do outono produz amplas inflorescências, com múltiplas flores em tons de cor de rosa ou azul. Tem geralmente  as flores colocadas num único plano, mas por vezes  as flores formam uma estrutura hemisférica, ou mesmo esférica, em algumas formas cultivadas.

A espécie produz dois tipos de flores: as centrais, não ornamentais por serem desprovidas de pétalas bem desenvolvidas, são férteis;  as periféricas, ornamentais, com grandes pétalas coloridas, são geralmente descritas como “estéreis”.

Hortênsias

A floração das Hortênsias dura do início do verão ao início do inverno, persistindo até à queda das folhas, mas com o seu máximo no final da primavera.

A cor das flores varia entre tons de rosa,vermelho, malva, púrpura, violeta, azul ou roxo dependendo do pH do solo.

Em consequência, é possível manipular a coloração das flores utilizando aditivos que alterem a disponibilidade de alumínio no solo, aumentando a sua concentração por adição de sais daquele metal ou variando o pH para controlar a sua biodisponibilidade.

O fruto das Hortênsias é uma pequena cápsula subglobosa

Extractos de folhas de Hydrangea macrophylla estão a ser estudados como possíveis fontes de novos compostos com actividade anti-malárica.

O ácido hidrangeico das folhas está a ser estudado como possível fonte de compostos anti-diabéticos, tendo sido demonstrado que baixa significativamente a concentração sanguínea de glucose, triglicerídeos e ácidos gordos livres em animais de laboratório.

Tipos de hortênsias

Hydrangea macrophylla normalis

As hortências macrophylla normalis têm uma forma mais solta e florescem naturalmente em paisagem silvícola. Os capítulos florais são planos e compostos por pequenas flores férteis rodeadas por flores com pétalas maiores. A cor das flores pode ser alterada, à exceção das variedades brancas.

Poda: Igual à da hortênsia macrophylla.

Hydrangea quercifolia

Esta hortênsia tolera os solos arenosos. As flores são brancas, adquirindo, com o tempo, uma tonalidade cor de rosa. A folhagem assemelha-se a folhas de carvalho e as cores, no outono, são surpreendentes (grená, vermelho, cor de laranja, amarelo).

Poda: Igual à da hortênsia macrophylla.

Hydrangea macrophylla

Este é o tipo de hortênsia mais popular. As plantas têm capítulos florais grandes e arredondados . A cor das flores pode ser alterada, à exceção das variedades brancas.

Poda: A poda deve ser feita no verão, antes do mês de agosto. No final do verão e no outono, as plantas criam botões que florescerão no ano seguinte. Elimine os talos e as flores mortas em qualquer altura. A poda da macrophylla de floração perene (por exemplo, a designada “Endless Summer”) deve ser feita durante a época de dormência.

Hydrangea paniculata

As flores cónicas cobrem estas grandes plantas, que chegam a atingir os 2,5-3 m de altura e largura. As flores brancas adquirem, com o tempo, uma tonalidade rosa. Esta é a única hortênsia que pode ser moldada para assumir a forma de uma árvore.

Poda: Igual à da hortênsia arborescens; não é necessária a poda anual.

Hydrangea arborescens

Os capítulos florais são muito grandes e tendem a inclinar-se depois de chuvas intensas. Proceda à sustentação dos arbustos no início da temporada através de estacas, ou plante-os junto a um cercado. A variedade “Annabelle” é a mais vendida.

Poda: A poda pode ser efetuada em qualquer altura, exceto quando o arbusto tem botões de flores. Todos os invernos, pode as plantas de forma a reduzir o tamanho geral do arbusto. Poderá também cortar os talos a uma altura de 30-45 cm todos os anos, os quais engrossarão ao longo do tempo de forma a suportarem os pesados capítulos florais. Elimine as flores e os talos mortos, cortando-os em qualquer altura do ano.

Hortênsias (novelão)

Mudar a cor de uma flor

É possível alterar a cor das flores das hortênsias das espécies macrophylla, macrophylla normalis e paniculata – de azul a cor-de-rosa e vice-versa. Os restantes grupos de hortênsias apresentam flores de cor estável, apesar de muitas flores brancas adquirirem uma tonalidade rosa à medida que vão murchando.

A cor da flor depende da presença de alumínio no solo, que por sua vez depende do pH do solo. Um solo ácido (com mais alumínio) dá origem a flores azuladas, enquanto um solo alcalino dá origem a flores rosadas. É mais fácil mudar de rosa para azul.

O contrário é mais difícil. O processo de mudança de cor pode levar cerca de um ano.

Para flores azuis: Deite 1 colher de sopa de sulfato de alumínio em 4 litros de água. Aplique mensalmente em plantas com 2 a 3 anos durante a época de crescimento. Regue as plantas antes de cada aplicação. Deite a solução lentamente, para não queimar as raízes. Use fertilizantes com baixo teor de fósforo e ricos em potássio. Evite as farinhas de ossos e os superfosfatos.

Para flores cor-de-rosa: Adicione cal dolomítica ao solo várias vezes por ano para aumentar o pH (não acima dos 6,2). Use fertilizantes com elevado teor de fósforo (sensivelmente 25-10-10; o número do meio corresponde ao fósforo).

 

Hortênsias (novelão) – um arbusto caducifólio
4.6 (91.43%) 28 voto[s]

Copyright Blog Flores. Reprodução permitida desde que indicando o endereço:
https://www.blog-flores.pt/flores-de-exterior/hortensias/

2 Comentários

  1. Augusta Freitas || at

    O meu jardim está lindo com as hortênsias

  2. Jaime || at

    Tenho hortênsias de várias cores.

Comentar

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *