Capuchinhas (agrião-do-méxico) – Família das Tropeoláceas

istockphoto 990283606 612x612 1
Nome Científico: Tropaeolum majus
Nomes Populares: Capuchinha, Agrião-do-méxico, Chagas, Coleária-dos-jardins, Flor-de-chagas, Flor-de-sangue, Mastruço, Nastúrcio
Família: Tropaeolaceae
Categoria: Ervas Condimentares, Flores Anuais, Folhas e Flores, Forrações ao Sol Pleno, Medicinal, Plantas Hortícolas
Clima: Continental, Equatorial, Mediterrâneo, Oceânico, Subtropical, Temperado, Tropical
Origem: América do Sul
Altura: 0.1 a 0.3 metros
Luminosidade: Sol Pleno
Ciclo de Vida: Anual, Bienal

Descrição da Capuchinha

Herbácea rasteira, de caule mole, suculento e retorcido.

As folhas são arredondadas, de cor verde-claro, apresentando 5 veias e um longo pecíolo que sai do meio da folha.

Capuchinha – As flores são isoladas ao longo do pedúnculo e o seu cálice é uma peça dividida em 5 partes, com um esporão.

As tonalidades vão do branco ao vermelho-escuro, passando do laranja, salmão e amarelo.

O fruto é formado por três aquênios pequenos, de coloração esverdeadas. toda a planta exala um perfume muito agradável.

Capuchinhas

É comestível, com sabor fresco e picante, semelhante ao do agrião, podendo as folhas e flores serem consumidas em forma de saladas.

Seus frutos podem ser preparados como alcaparra, com água e sal.

Terrenos incultos, melhora a saúde do pêssego (atrai nematóides), amiga da couve e do repolho.

Afasta pragas. É muito encontrada nas encostas das montanhas.

Podem ser cultivadas em vasos e jardins e anteiros, desde que receba o sol diretamente durante 4 horas por dia.

O plantio, por meio de sementes, deve ser feito em local definitivo, em qualquer época do ano.

Floresce permanentemente e a colheita deve ser feita na época da formação de um bom volume de folhas e flores.

As flores de capuchinha necessitam de uma posição onde fiquem brilhantes e ensolaradas, a sombra causa pouca floração.

Eles devem ser colocados em pleno sol para obter melhores resultados.

Nos meses quentes, é aconselhável regar a planta regularmente, para que o solo permaneça um pouco úmido, mas evitando o excesso de água.

Durante o período de floração, adicione à água periodicamente (a cada 3 semanas / um mês) fertilizante líquido.

A irrigação deve ser suspensa durante o período de descanso vegetativo, quando as folhas começam a ficar amarelas.

Propriedades da capuchinha

As propriedades da capuchinha incluem sua ação antibiótica, digestiva, expectorante, desinfetante, digestiva, sedativa, anti-séptica, depurativa, estimulante, purgativa e diurética.

Contraindicação da capuchinha

A capuchinha está contraindicada para pacientes com gastrite, hipotireoidismo, insuficiência cardíaca ou renal e mulheres grávidas ou em fase de lactação.

https://youtu.be/G8jKAPpVEOQ

Além de lindas, as capuchinhas são comestíveis! Podemos comer suas flores, folhas e frutos.

Utilize as flores laranjas, amarelas e vermelhas – que têm um gosto levemente picante – para colorir uma salada ou outros pratos.

Ou então experimente fazer uma conserva com os frutos e servir como petisco.

Com as folhas, é possível fazer patê, sopas, refogados, trouxas recheadas e até suco verde!

istockphoto 519684493 612x612 1 - Capuchinhas

Salada verde com capuchinhas

Ingredientes

Rúcula
Alface
Agrião
8 a 10 flores de capuchinha

Como preparar
Laveo bem todas as folhas. Enquanto elas secam, lave com cuidado as flores.

Em seguida, coloque todos os ingredientes em um prato grande e raso.

Pode temperar com azeite e vinagre balsâmico.

Votos: 143 | Pontuação: 4.7

Partilhar este artigo

Publicado por Olga Guedes

Adora flores, quer que sinta o cheiro e viva intensamente esta força da natureza.

Comentar

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *