Vitória-régia – Victoria amazonica

lily pad 1939389 1280 wpp1660314163435

Nome Científico: Victoria amazonica
Categoria: Plantas Aquáticas, Plantas Marginais
Clima: Equatorial, Tropical
Origem: América do Sul, Bolívia, Brasil, Guiana, Guiana Francesa, Suriname
Altura: 0.1 a 0.3 metros
Luminosidade: Sol Pleno
Ciclo de Vida: Perene

Sobre a Vitória-régia

A vitória-régia (Victoria amazonica) é uma planta aquática. Tem uma grande folha circular, verde-escura, com uma dobra em toda a borda, o que a faz lembrar a forma de uma bandeja rasa.

Típica da região Norte do Brasil, é encontrada na bacia amazônica. Tornou-se símbolo da Amazônia.

A vitória-régia tem o formato de uma grande bandeja redonda. A superfície plana e de cor verde é emoldurada por uma borda alta perfeita, que deixa ver um pouco das cores da parte de baixo.

A vitória-régia também tem flores, que se apresentam grandes e são muito perfumadas, além de lindas.

As flores podem ser vistas durante o Verão, porém, duram pouco, somente 48 horas.

Surgem brancas e passam a róseas no segundo dia, devido a polinização.

O besouro responsável pela polinização da Vitória-régia entra na flor no primeiro dia, após o desabrochar, que ocorre no final da tarde, e acaba prisioneiro até o dia seguinte, pois a flor se fecha durante a noite.

Após a polinização a flor volta para dentro do lago, para a formação do fruto, do tipo baga, que amadurece em 6 semanas.

As sementes produzidas são comestíveis e envoltas por uma espécie de esponja que permite sua flutuação.

O rizoma da planta é rico em amido e sais minerais, e é utilizado como alimento pelo índios.

A cada ano de idade da planta ele aumenta suas reservas e com isto a planta cresce.

Vitória-régia

É uma planta de cultivo delicado, visto que só vegeta sob o calor equatorial e tropical, não tolerando o frio.

Em países de clima frio ela só pode ser cultivada em estufas com água e ambientes aquecidos.

A vitória-régia é 100% aquática e o seu cultivo deve acontecer durante o sol pleno, além dos lagos naturais, é possível plantá-la em tanques, mas que tenham com profundidade no mínimo 90 centímetros.

O detalhe importante é em relação a temperatura da água, que deve ficar entre 29 e 32 graus.

Não é muito exigente em fertilidade e manutenção, sendo que o replantio anual e adubações leves são suficientes para o seu pleno desenvolvimento.

Multiplica-se por sementes e divisão do rizoma.

Actualmente há variedades e híbridos com V. cruziana que são um pouco mais adaptados ao frio e de menor porte, para lagos menores.

purple 3609479 1280 - Vitória-régia

A Polinização da Vitória-Régia

A polinização da vitória-régia é feita pelo besouro, que no primeiro dia em que a flor aparece, entre nela e espera o seu desabrochar, que acontece no final da tarde.

No entanto, ele se torna prisioneiro, porque no segundo dia a noite, a vitória-régia se fecha.

Lendas

Os índios brasileiros contam algumas lendas sobre a origem da vitória-régia. Numa delas, uma cunhã (menina) apaixonou-se pela Lua e pelas estrelas.

Fez várias tentativas de alcançá-las no céu, traçando até uma escada de cipó.

Até que um dia, flutuando no rio, viu a imagem da Lua e das estrelas refletidas na água e imaginou que elas morassem nas profundezas.

Nadou o mais fundo que pôde e desapareceu. Jaci, a Lua, com dó da menina, transformou a indiazinha na mais linda das plantas amazônicas.

Outra lenda indígena conta que a vitória-régia tem origem no amor infeliz de um casal apaixonado.

A índia Moroti, enamorada do guerreiro Pitá, queria uma prova de amor. Jogou, então, uma pulseira no rio para que o guerreiro pudesse recuperar sua joia.

Pitá seguiu as ordens da amada, mergulhando nas águas. No entanto, não voltou à superfície.

Desesperada e arrependida, a índia também se atirou nas águas profundas, desaparecendo de vez.

No dia seguinte, surgiu no mesmo local uma enorme planta, com uma flor branca no centro. Era a vitória-régia.

Mais info: https://pt.wikipedia.org/wiki/Vit%C3%B3ria-r%C3%A9gia

Votos: 148 | Pontuação: 4.8

Partilhar este artigo

Publicado por Olga Guedes

Adora flores, quer que sinta o cheiro e viva intensamente esta força da natureza.

3 Comentários

Comentar

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *