Magnólia-branca – Magnolia grandiflora

Nome Científico: Magnolia grandiflora
Nomes Populares: Magnólia-branca, Magnólia-perene, Magnólia-louro, Magnólia-de-flores-grandes, Magnólia, Magnólia-sempre-verde
Família: Magnoliaceae
Categoria: Árvores, Árvores Ornamentais
Clima: Mediterrâneo, Subtropical
Origem: América do Norte, Estados Unidos
Altura: acima de 12 metros
Luminosidade: Sol Pleno
Ciclo de Vida: Perene

Sobre as Magnólias

As suas flores, de um branco puro e muito perfumadas, aparecem no Verão. Podem medir até 30 cm de diâmetro. As sementes vermelhas saem dos frutos quando estão maduros.

A magnolia pertencente a uma família com mais de 80 espécies originária da Ásia e da América, está perfeitamente adaptada na Europa.

A designação vulgar de “magnólia” abrange actualmente mais de uma centena de espécies de árvores e arbustos originários tanto da América Central e do Norte como da Ásia.

A primeira magnólia a chegar à Europa -uma Magnolia glauca [M. virginiana; “Rose Laurel,” sweet bay”, “swamp magnolia”]- proveio da Virgínia, em 1688, enviada pelo missionário e botânico John Banister e foi plantada no parque do bispo de Londres, em Fulham.

A designação do género, anterior a Lineu, deve-se a Charles Plumier, botânico do monarca francês, que em fins do séc. XVII assim pretendeu homenagear Pierre Magnol (1638-1715), autor da primeira classificação das plantas em “famílias” e director do Jardim Botânico de Montpellier, o mais antigo de França.

As famílias agrupam árvores com características semelhantes, e aquela a que pertence o género Magnolia, designa-se justamente por Magnoliaceae. Um dos seus traços distintivos é a forma particular da flor em forma de tulipa. Refira-se a propósito que os tulipeiros (Liriodendrum tulipifera) pertencem também a um dos dez géneros desta família.

São, essencialmente, árvores e arbustos de grandes folhas duras, caducas ou persistentes. São apreciadas pelas suas flores solitárias, grandes e decorativas, muito perfumadas.

A maioria das espécies de folha caduca floresce muito cedo, a partir de Fevereiro e as de folha persistente são de floração estival. Os frutos são pequenos cones repletos de grãos vermelhos.

Manutenção das Magnólias

Deve ser cultivada sob sol pleno, em solo fértil, profundo, enriquecido com matéria orgânica e irrigado regularmente nos primeiros anos de implantação. É uma árvore longeva e resistente a períodos de estiagem após bem estabelecida.

Possui folhas resistentes, cobertas por uma grossa camada cerosa, ela adapta-se para regiões do litoral e centros urbanos com elevada poluição do ar.

Resiste ao frio e geadas leves, mas não tolera frio intenso de regiões temperadas, salvo alguns cultivares selecionados. Multiplica-se por sementes, com uma taxa de germinação de cerca de 50%. As cultivares podem ser propagadas por enxertia sobre mudas-cavalo produzidas a partir de sementes.

Podem ser podadas em jovem para lhes dar forma ou depois da floração para as rejuvenescer.

magnolia - Magnólia

Em que solo plantar as Magnólias ?

As magnólias preferem um solo neutro, ligeiramente ácido, fresco e rico em húmus. Algumas espécies suportam bem um PH superior a 7 mas temem os solos calcários. Escolha uma mistura de metade terra original, metade terra ácida e estrume.

Sabia que…

A casca das magnólias tem propriedades medicinais e é utilizada em cosmética pelo seu odor. A sua madeira é considerada preciosa, porque é sólida, resistente e fácil de trabalhar.

Magnólia-branca – Magnolia grandiflora
4.1 (81.33%) 15 votos

Comentar

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *