Rabo de burro (Sedum morganianum) – Família Crassulaceae

Nome Científico: Sedum morganianum
Nomes Populares: Rabo de burro, Arroz-de-rato, Bananinhas, Cauda-de-burro, Dedinho-de-moça, Dedo-de-moça, Rabo-de-cavalo
Família: Crassulaceae
Categoria: Cactos e Suculentas, Folhagens
Clima: Equatorial, Mediterrâneo, Oceânico, Semi-árido, Subtropical, Tropical
Origem: América do Norte
Altura: 0.6 a 1.2 metros
Luminosidade: Meia Sombra, Sol Pleno
Ciclo de Vida: Perene

 

As chamadas plantas suculentas são um grupo variado e entre elas está a família da Crasulaceae.

Na família de crasulaceae, há um género altamente apreciado, cultivado por sua resistência e o exuberante que é.

Referimos-nos ao género Sedum, que compreende cerca de 350 espécies, das quais uma das mais populares é o Sedum Morganianum.

Rabo de burro (Sedum morganianum) é uma herbácea, pertence à família Crassulaceae, nativa do México e Honduras, perene, suculenta, de hábito pendente até 1,5 metro de altura.

As suas folhas carnosas cobrem completamente as hastes e têm coloração variada, de verde a amarelada e pontiagudas.

Produz florzinhas de coloração rosa em forma de estrela. Fica muito bem em vasos altos ou suspensos, onde sua folhagem pendente é destacada, ou simplesmente em conjunto com outras suculentas e cactáceas.

Pode ser cultivada em todo o país nas regiões de clima ameno a quentes.

Devem ser cultivados a pleno sol ou meia-sombra, em solo fértil, drenável, com regas periódicas. Tolerante ao frio, porém não suporta geadas.

Multiplica-se por estaca de ramos ou folhas.

Rabo de burro (Sedum morganianum) - Família Crassulaceae

Como fazer propagação e mudas de rabo de burro

Para fazer muda de qualquer suculenta basta pegar uma folha ou ramo e deixar sobre a terra com o bulbo para baixo. Não precisa enterrar ou deitar terra por cima, ela fará o serviço sozinha.

Além disso, não enterrar garante que ela não apodreça no solo.

Para fazer a propagação desta suculenta, com os dedos retirar com cuidado as folhinhas mais velhas, de forma espaçada para que o raminho não fique muito desguarnecido.

Deixar secar algumas horas para formar uma película no corte depois colocar em areia, casca de arroz carbonizada ou perlita com alguma umidade, mantendo em cultivo protegido.

Depois de algum tempo notará a formação de novas folhinhas ao redor, sinal que já enraizou.

Transplantar então para vasinhos com o mesmo tipo de mistura de plantio já recomendado.

 

Luz

As suculentas precisam de luz natural pelo menos quatro horas por dia, evitando as horas do meio-dia, pois queimaria as folhas.

O ideal é deixa-las num lugar de semi sombra, evitando incidência directa do sol.

Regas

Esta suculenta é muito sensível ao excesso de água na terra, pois as raízes podem apodrecer.

É melhor ter em conta as condições ambientais, se houver altas temperaturas e baixa humidade no ar, deve regá-lo com frequência semanalmente, sempre tendo cuidado para que a irrigação seja feita quando  percebe que o solo está seco.

No inverno não é necessário regá-lo, embora se achar que é, faça uma vez por mês. Não se esqueça que uma das características desta planta é a resistência à seca, pois armazenam água nas folhas.

Pragas

As principais pragas que vamos encontrar no rabo-de-burro são as cochonilhas, a cochonilha de carapaça, os caramujos, alguns fungos e bactérias além do aparecimento de um evento chamado de podridão basal.

O Rabo de burro (Sedum morganianum) é uma planta resistente a pragas e doenças, embora possa ser atacado por pulgões ou caracóis. Todos eles controláveis com insecticidas ou podem ser removidos manualmente.

Pode controlar o ataque destas pragas colocando as plantas em lugares altos. O que realmente deve ter em mente é o excesso de água que pode murchar, descolorir as folhas e apodrecer rapidamente as raízes e causar a morte da planta.

Rabo de burro (Sedum morganianum)

RABO DE BURRO NO PAISAGISMO

O que caracteriza esse tipo de planta sedum, é que ao plantá-la começa a crescer como uma planta erecta e, em seguida, começa a transformar-se numa suculenta pendente.

Por isso é altamente apreciada como uma planta ornamental, perfeita para decorar espaços de interior.

Devido ao seu fácil crescimento e belas flores, o rabo de burro é uma das plantas mais cultivadas como suculenta pendente.

Estas flores apresentam-se em cachos em forma de estrelas vermelhas ou rosas que aparecem na ponta das hastes no verão ou final da primavera.

Votos: 1 | Pontuação: 5

Partilhar este artigo

Comentar

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *