Bonina – Bellis perennis

Nome Científico: Bellis perennis
Nomes Populares: Bonina, Bela-margarida, Bonita, Mãe-de-família, Margarida, Margarida-comum, Margarida-dos-prados, Margarida-inglesa, Margarida-menor, Margarida-rasteira, Margarida-vulgar, Margaridinha, Margarita, Rapazinho, Rapazinhos, Sempre-viva
Família: Asteraceae
Categoria: Flores Anuais, Flores Perenes, Medicinal
Clima: Continental, Mediterrâneo, Subtropical, Temperado, Tropical
Origem: Ásia, Europa
Altura: 0.1 a 0.3 metros
Luminosidade: Meia Sombra, Sol Pleno
Ciclo de Vida: Perene

Sobre a Bonina

A Bonina – Bellis perennis é uma herbácea, pertence à família Asteraceae, nativa da Europa e Ásia Menor, perene, rizomatosa, rastejante, ramificada, de 10-20 cm de altura e muito ornamental.

Folhas dispostas em rosetas, espatuladas, carnosas, glabras, de 8-14 cm de comprimento.

As folhas são verdes, espatuladas, carnosas, com margens crenadas ou serradas, pubescentes e dispostas em roseta basal. As inflorescências despontam acima da folhagem, são do tipo capítulo, com pétalas em nuances róseas, brancas ou vermelhas e o centro amarelo brilhante.

Inflorescências eretas, solitárias, dispostas bem acima da folhagem, com flores compostas de uma parte central amarelo com pequenas pétalas e podem ser ser simples ou dobradas.

As diferentes variedades cobrem uma gama de cores que vão do branco ao vermelho escuro através de vários tons de rosa. Surgem quase o ano todo.

Esta alegre e delicada margarida, que mais parece um pom-pom nas variedades dobradas, é usualmente utilizada em bordaduras e maciços, assim como em vasos e jardineiras. As suas flores apresentam hastes fortes e são bastante duráveis, prestando-se como flor-de-corte, na composição de arranjos e bouquets.

Versátil, a bonina também é comestível e medicinal, sendo muito utilizada na forma de cataplasmas e infusões das flores e folhas.

Sementeira: Em local definitivo entre Maio e Junho ou em estufa ou estufim entre Março e Maio. Devem ser semeadas com algum espaçamento para evitar a sobreposição das folhas umas em cima das outras e desta forma promover o arejamento para evitar podridões.

Temperatura: As Margaridas dos Prados preferem temperaturas baixas, dos 5Cº aos 7 Cº, mas estão bem adaptadas ao clima temperado ou mediterrâneo. Não resistem a geadas.

Deve ser cultivada sob sol pleno ou meia sombra, em solo fértil, bem drenável, enriquecido com matéria orgânica e irrigado regularmente. Aprecia o frio do clima subtropical ou temperado, florescendo em abundância no inverno. Não tolera geadas fortes, devendo ser protegida com palha ou outra forração.

Apesar de perene, é cultivada como anual e no máximo bienal, pois perde a beleza e o vigor com o tempo. Multiplica-se por sementes e por divisão dos estolhos.

Rega: Regular, evitar solos encharcados e evitar molhar as folhas.

Bellis perennis - Bonina

Uso da Bonina na medicina popular

Infusões de flores e folhas têm sido usadas para tratar uma ampla gama de outras doenças, incluindo rinite, artrite reumatóide e distúrbios hepáticos e renais.

Um spray repelente de insetos também foi feito a partir de uma infusão das folhas. Uma forte decocção das raízes tem sido recomendada para o tratamento a longo prazo tanto do escorbuto quanto do eczema, e uma leve decocção pode aliviar as queixas do trato respiratório.

Bellis perennis também tem sido usado tradicionalmente para o tratamento de feridas. Mastigar as folhas frescas é dito ser uma cura para as úlceras da boca. Na homeopatia, o Bellis perennis é frequentemente usado em combinação com o Arnica montana para tratar nódoas negras e traumas.

Bonina – Bellis perennis
4.6 (92%) 20 voto[s]

Copyright Blog Flores. Reprodução permitida desde que indicando o endereço:
https://www.blog-flores.pt/flores-comestiveis/bonina-bellis-perennis/

Comentar

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *