A Maravilhosa Calêndula: Uma Flor com Múltiplos Usos e Benefícios

por Olga Guedes
2 comentários 57 visitas 8 minutos ler
A+A-
Repor

A Calendula officinalis, mais conhecida como calêndula, é uma planta que pertence à família das Asteraceae. O nome “Calendula officinalis” tem origens latinas e é bastante revelador das características desta planta.

“Calendula” vem de “calendae”, que significa “primeiro dia do mês” em latim. Este nome foi atribuído à planta devido à sua capacidade de florescer em quase todos os meses do ano, especialmente em climas mais amenos.

A calêndula é conhecida pelas suas flores vibrantes que se abrem ao amanhecer e fecham ao anoitecer, um fenómeno que parece seguir o calendário solar, daí o nome.

“Officinalis”, por outro lado, é um termo que era comumente usado para descrever plantas com usos medicinais estabelecidos. A calêndula tem uma longa história de uso na medicina tradicional.

As suas flores são usadas para fazer pomadas, chás e tinturas, que são conhecidas pelas suas propriedades anti-inflamatórias e cicatrizantes.

Portanto, o nome “Calendula officinalis” reflete tanto o padrão de floração desta planta como o seu uso medicinal.

Origem e Características da Calêndula

A Calendula officinalis, mais conhecida como calêndula, é uma flor originária da região do Mediterrâneo, que abrange partes da Europa, Ásia e África.

Esta planta perene, que se destaca pela sua beleza e pelas suas flores vibrantes em tons de amarelo a laranja, floresce durante quase todo o ano, especialmente na Primavera e no Verão.

Com folhas oblongas de textura áspera e flores grandes e redondas, a calêndula pode atingir até 60 centímetros de altura.

A Calêndula na História

As calendulas tem uma longa história de uso em várias culturas. Os antigos egípcios acreditavam na sua capacidade de rejuvenescer a pele, enquanto os gregos e romanos a utilizavam em rituais e cerimónias.

Na Idade Média, na Europa, era comum o uso da calêndula em receitas culinárias e como corante para alimentos e tecidos.

Usos Modernos da Calêndula

Hoje em dia, a calendula é frequentemente encontrada em produtos de cuidados da pele, graças às suas propriedades anti-inflamatórias e curativas.

O óleo de calêndula é extraído das flores da planta e é conhecido pelas suas propriedades anti-inflamatórias e curativas.

Ele é frequentemente usado em produtos de cuidados da pele para tratar uma variedade de problemas de pele, incluindo eczema, psoríase, picadas de insetos e queimaduras solares.

O óleo de calendula também pode ser usado para promover a cicatrização de feridas. Ele ajuda a aumentar o fluxo sanguíneo para a área da ferida, o que acelera o processo de cicatrização e ajuda a prevenir a formação de cicatrizes.

Além disso, o óleo de calêndula pode ser usado para tratar o couro cabeludo seco e promover o crescimento saudável do cabelo.

Ele ajuda a hidratar o couro cabeludo e a nutrir os folículos capilares, o que pode resultar em cabelos mais fortes e saudáveis.

A Maravilhosa Calêndula: Uma Flor com Múltiplos Usos e Benefícios

Benefícios da Calêndula para a Saúde

A calêndula não é apenas benéfica para a pele e o cabelo. Quando ingerida, oferece uma série de benefícios para a saúde.

As flores são comestíveis e são frequentemente usadas em saladas ou como decoração. A calêndula possui propriedades antioxidantes, que ajudam a proteger o corpo contra os danos dos radicais livres.

Além disso, estudos sugerem que a calendula pode ter propriedades anticancerígenas.

A Calêndula na Homeopatia

Na homeopatia, uma forma de medicina alternativa, a calêndula é usada para aliviar a dor de cortes e feridas, sendo frequentemente encontrada em pomadas e cremes homeopáticos.

calendula

Calêndula como Flor Comestível

As flores de calêndula são comestíveis e têm um sabor ligeiramente picante, semelhante ao açafrão.

Elas são frequentemente usadas em saladas, sopas e guisados para adicionar cor e sabor. As flores também podem ser usadas para fazer chá, que tem um sabor suave e é conhecido pelas suas propriedades calmantes.

Além disso, a calêndula é rica em antioxidantes, que ajudam a proteger o corpo contra os danos dos radicais livres. Estes antioxidantes também podem ajudar a prevenir doenças crónicas, como doenças cardíacas e cancro.

Conclusão

As calêndulas tem uma variedade de usos, tanto culinários como medicinais.

Ela pode ser usada para adicionar cor e sabor aos pratos, para fazer chá ou para extrair óleo.

Medicinalmente, a calêndula é usada para tratar uma variedade de problemas de pele, para promover a cicatrização de feridas e para cuidar do cabelo e do couro cabeludo.

Em resumo, a calêndula é uma planta incrivelmente versátil que tem muito a oferecer.

Seja na cozinha, no kit de primeiros socorros ou no armário de produtos de beleza, a calendula é uma adição valiosa a qualquer casa.

Votos: 18 | Pontuação: 4.4

Artigos Relacionados

2 comentários

Olga Maria 19 Fevereiro, 2023 - 18:23

Que flor tão bonita e vistosa a calendula.

Responder
Filipa Jesus 11 Setembro, 2023 - 13:03

Já usei a calendula para problemas de pele.

Responder

Deixar um comentário

* Ao utilizar este formulário, concorda com o armazenamento e o tratamento dos seus dados por este blog.