Budleia (Buddleja davidii) – a árvore-das-borboletas

Nome Científico: Buddleja davidii
Nomes Populares: Budléia, Árvore-das-borboletas, Flor-do-mel, Arbusto-das-borboletas, Lilás-de-verão
Família: Scrophulariaceae
Categoria: Arbustos
Clima: Mediterrâneo, Subtropical, Temperado
Origem: Ásia, China, Japão
Altura: 0.6 a 2.4 metros
Luminosidade: Sol Pleno
Ciclo de Vida: Perene

 

A Budleia é um arbusto vigoroso, de baixa manutenção e de floração abundante. Há muitas variedades disponíveis no mercado, com diferentes tipos de crescimento e com cores que variam desde o branco até ao azul, passando por diversos tons de rosa.

A Buddleja davidii lilás é a espécie mais vulgar. Este arbusto de folha semi caduca cresce muito, podendo atingir os dois metros de altura.

PLANTAÇÃO

Deve ser cultivado sob sol pleno, em solo fértil, leve, drenável, enriquecido com matéria orgânica e irrigado regularmente durante a implantação.

Pode ser plantado em áreas do litoral, tolerando bem os ventos e solos com sal. A sua manutenção é simples. Resiste também a curtos períodos de estiagem, depois de bem estabelecido, mas não aprecia encharcamentos, que rapidamente apodrece as suas raízes.

Estimule novas florações removendo as velhas inflorescências.

No fim do inverno, faça uma poda mais profunda para renovar o vigor e a beleza da planta. Não utilize insecticidas na planta durante a floração. Multiplica-se por sementes e estaca de ramos semi-lenhosos, postos a enraizar na primavera.

Dado o seu crescimento muito vigoroso, deve ser calculado espaço ao redor das budleias para permitir o seu desenvolvimento. Estes arbustos podem ser plantados junto ao litoral com exposição marítima e toleram locais ventosos. As variedades mais anãs podem ser plantadas em vaso numa varanda ou terraço com sol.

Tratam-se de plantas muito resistentes a pragas e doenças.

 

Este arbusto rústico oferece panículas azuis de lavanda com 15 cm de comprimento, de Junho a Outubro. De suas muitas pequenas flores azuis com coração amarelo-alaranjado, reunidas em aglomerados densos, emergem de uma bela folhagem verde-prateada, coroada com numerosas borboletas atraídas pelo seu doce perfume.

O seu tamanho modesto é particularmente adaptado aos pequenos espaços e às massas de plantas perenes.

USO DECORATIVO E PAISAGISMO

Para o paisagismo é um adendo excelente, principalmente para quem gosta de ter borboletas no jardim.

Combinar a budleia com arbustos coloridos como crótons (Codieum variegatum), hamamélis (Loropetalum chinense ) ou azaléas (Rhododendrum spp.), que têm florações em outras estações.

 

árvore-das-borboletas - Budleia

PODA

A budleia necessita de poda anual para garantir rebentos novos mais fortes e com mais profusão de flores. Esta poda de manutenção anual deve ser realizada no fim do inverno, início da primavera, com o objectivo de eliminar os ramos mais velhos e lenhosos.

Deste modo, estimulamos a produção de novos ramos e garantimos flores mais bonitas. Se as budleias não se podarem todos os anos, vão ficando pouco atractivas, muito densas, cheias de ramos finos, débeis e sem flores.

 

Sabia que…

A budleia é conhecida por ser a árvore ou arbusto-das-borboletas. As suas flores são perfumadas, com uma fragrância semelhante a mel, e ricas em néctar, atraindo uma grande variedade de borboletas e abelhas.

Budleia (Buddleja davidii) – a árvore-das-borboletas
4.8 (95.71%) 14 voto[s]

Copyright Blog Flores. Reprodução permitida desde que indicando o endereço:
https://www.blog-flores.pt/flores-de-exterior/budleia-arvore-borboletas/

Comentar

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *