Rododendro: A Majestosa Flor de Jardins Exuberantes

por Olga Guedes
3 comentários 48 visitas 11 minutos ler
A+A-
Repor

Nome vulgar: Rododendro; redondouro; loendro; loendreira, adelfeira.
Família botânica: Ericaceae.
Nome científico: Rhododendron ponticum.
Distribuição Geral: Península Ibérica (Rhododendron ponticum baeticum) e Ásia Menor (Rhododendron ponticum ponticum).
Distribuição em Portugal: Serra do Caramulo e Monchique.
Habitat: Leitos e margens de cursos de água. Também no sub-bosque de bosques caducifólios. Em locais montanhosos, sombrios e húmidos, sobre substratos ácidos.
Floração: Abril a Junho.
Características: Arbusto perenifólio que pode atingir os 4 metros de altura.

Sobre o Rododendro

A palavra rododendros deriva das antigas palavras “rhodon”, que significa “rosa”, e “dendron”, que significa “árvore”. Trata-se de um enorme grupo constituído por mais de 1000 espécies, a maioria das quais com flores vistosas.

São arbustos que variam bastante em termos dimensionais, podendo ainda ser perenes, semiperenes ou decíduos.

Rododendros é o nome comum dado ás plantas do género Rhododendron, da família das ericáceas.

A maior parte é proveniente das regiões dos Himalaias da Índia, da China, da Birmânia, e do Tibete, mas hoje em dia encontram-se em praticamente todos os continentes.

Tendo tamanhos variáveis, será bom plantar os rododendros maiores no centro dos canteiros e as variedades mais baixas na beira do canteiro.

A folhagem habitualmente ovalada pode ser caducifólia ou perene, verde-escura ou verde-acinzentada, grande ou pequena, brilhante e delicada ou mate e resistente.

Rododendros comportam-se bem em zonas de vegetação e em zonas marítimas

As flores, agrupadas em corimbos, podem ter a forma campanular, circular ou afunilada, sendo por vezes perfumadas. O leque de cores também é variado, desde os atraentes tons pastel, rosa pálido e limão aos exuberantes vermelho-cereja, vermelho-fogo e púrpura.

O plantio deve ser feito quase à superfície, pois são plantas com raízes de superfície, acrescentando matéria orgânica à cova de plantio e cobrindo por matéria orgânica e folhas.

O substrato é um dos aspectos mais importantes para obter uma floração correta. O rododendro necessita de terrenos ácidos que podem ser obtidos com o fornecimento de fertilizantes químicos ou de adubo natural.

Um pH de 5 é adequado para esta planta.

Mas não se deve fixar apenas no pH do substrato, também na drenagem do terreno. Para evitar que as raízes apodreçam, o solo deve drenar muito bem a água da rega.

ericáceas

Quase sempre os rododendros são plantados através de transplante e não por semeio

Escolha plantas com folhas verdes escuras e saudáveis para seu jardim, ou seja, escolha sempre plantas saudáveis.

– As plantas devem ter um verde profundo com pouco ou nenhum amarelo. Evite plantas com folhas murchas;
– Confira o solo nos vasos.

Ele deve estar um tanto úmido. Se o solo está completamente seco, a planta pode estar em mal estado, mesmo se as folhas ainda não tenham começado a amarelar.

Se possível, corte as flores murchas com os dedos para desencorajar a produção de sementes e induzir o aparecimento de novos rebentos.

O final do inverno é a altura mais propícia para cortar os talos mais compridos do rododendro (ou loendro).

São resistentes ao frio, gostam de terreno ácido e bem drenado, localização abrigada e boa higrometria atmosférica.

Se forem plantados na terra ou num vaso, iluminarão o seu jardim, o seu terraço ou a sua varanda.

Rododendros

Clima e temperaturas dos rododendros

Quanto ao clima e às temperaturas, o rododendro não é tão exigente como outras espécies. Adapta-se a praticamente qualquer ambiente, mas não tolera geadas.

E tal como não tolera temperaturas frias, também não suporta o calor extremo.

Rega

Como muitas outras plantas, o rododendro deve ser regado mais regularmente durante o verão. Mas atenção, assegure-se de não o encharcar, pois como mencionado anteriormente, não tolera o excesso de água. Não regue com água dura ou alcalina.

O espaço de plantação

O espaço de cultivo está estritamente relacionado com a espécie de rododendro (ou loendro) que tenha entre mãos.

Se a planta que for plantar é aquela que alcança vários metros de altura, deve localizá-la numa área em que tenha suficiente espaço para crescer livremente. Se, pelo contrário, vai cultivar a variedade que cresce poucos centímetros, o espaço não será tão importante.

Antes de fazer o que quer que seja, assegure-se de se informar acerca da espécie de rododendro que tem e actue em consonância.

ericáceas

Propagação do loendro

Corte em estacas os talos semi amadurecidos em finais do verão ou utilize a técnica de mergulhia (formação de raízes adventícias num caule, colocando-o em contacto com o solo) entre a segunda metade da primavera e o final do verão, caso em que a planta poderá levar até dois anos para formar um sistema de raízes substancial.

Atenção

Todos os rododendros contêm uma toxina chamada graianotoxina no pó.

Algumas espécies de rododendros são tóxicas para o gado e extremamente venenosas para os cavalos, que podem morrer poucas horas após a sua ingestão.

O mel produzido por abelhas que se alimentam de rododendros e azáleas pode fazer com que as pessoas adoeçam, podendo mesmo ser fatal.

Na Irlanda, Inglaterra, norte de França e na Bélgica existem campanhas de erradicação deste rododendro que é acusado de contribuir para diminuição das biodiversidades locais.

Plantar rododendros

São arbustos perenes conhecidos por suas flores vibrantes e folhagem densa. Eles são uma adição popular a muitos jardins, mas requerem cuidados específicos para prosperar.

Escolhendo o Local de Plantio

Eles referem locais com sombra parcial e proteção contra ventos fortes. Eles também precisam de solo bem drenado e rico em matéria orgânica. O solo deve ser ácido, com um pH entre 4,5 e 6,0.

Preparando o Solo

Antes de plantar, prepare o solo adicionando composto ou matéria orgânica para melhorar a drenagem e a fertilidade. Se o solo não for suficientemente ácido, você pode adicionar enxofre para diminuir o pH.

Plantando o Rododendro

Faça um buraco que seja duas vezes mais largo e apenas tão profundo quanto o recipiente em que o rododendro está. Coloque o rododendro no buraco, certificando-se de que a superfície do solo do recipiente esteja nivelada com o solo do jardim. Preencha o buraco com o solo preparado, pressionando suavemente ao redor da base da planta.

Cuidados Após o Plantio

Após o plantio, regue bem o rododendro. Mantenha o solo uniformemente úmido, mas não encharcado. Aplique uma camada de cobertura morta ao redor da planta para ajudar a reter a umidade e proteger as raízes.

Manutenção de Longo Prazo

Os rododendros são plantas de baixa manutenção. Eles não requerem poda regular, embora você possa remover flores murchas para manter a planta com boa aparência. Alimente os rododendros na primavera com um fertilizante para plantas acidófilas para promover o crescimento saudável.

Plantar rododendros pode enriquecer seu jardim com cor e vida. Embora essas plantas possam exigir um pouco de preparação e cuidado, os resultados valem a pena. Com as condições certas e um pouco de atenção, seus rododendros podem prosperar e florescer por muitos anos.

Sabia que …

O maior e mais famoso rododendro do mundo encontra-se no Canadá, na cidade de Ladysmith e tem 125 anos. Embora a espécie seja considerada arbustiva, ele se transformou numa bela árvore, bem mais alta que o sobrado a seu lado e está catalogado no Google Maps.

O maior jardim silvestre de rododendros do mundo se encontra em Bakersville, na Carolina do Norte, Estados Unidos. Localiza-se no parque natural de Roan Mountain.

Votos: 122 | Pontuação: 4.6

Artigos Relacionados

3 comentários

Luisa 3 Março, 2016 - 16:51

tenho esta planta no meu jardim, fica lindo!

Responder
Patricia 21 Abril, 2017 - 14:15

Flor imponente e linda.

Responder
Odília 12 Abril, 2018 - 20:41

Gosto muito desta planta ,comprei uma muda em Campos de Jordão SP e quero outra muda pra plantar é maravilhosa ,quero uma vermelha ,onde encontrar.

Responder

Deixar um comentário

* Ao utilizar este formulário, concorda com o armazenamento e o tratamento dos seus dados por este blog.

Este site utiliza cookies para permitir uma melhor experiência por parte do utilizador. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Aceito Cookies Ler mais